A viagem de Lula no Le Monde: imprensa de verdade não briga com a notícia

Jornalismo, não jornalismo de guerra
No Brasil, a velha mídia, liderada pela Globo, finge que não vê a viagem de Lula pelo Nordeste, onde ele tem dito em alto e bom senso que será candidato a presidente.

Pode ser vista como um tipo de campanha, embora não seja para pedir voto. De qualquer forma, pela massa que tem mobilizado e pela repercussão na imprensa local, é notícia.

Como é notícia a campanha que João Doria tem feito pelo pais, com uma diferença: João Doria foi eleito prefeito de São Paulo há menos de um ano e tomou posso há menos de oito meses e, portanto, deveria dedicar seu tempo à administração da cidade. Isso também é notícia.

Mas o jornalismo de guerra não registra os fatos como eles são. O Le Monde fez reportagem e poderia inspirar a velha imprensa brasileira. Mas não adianta. A velha imprensa faz negócios, não jornalismo. Para os negócios que realiza, a viagem do ex-presidente não desperta interesse.

Comentários