"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 30 de março de 2017

Igreja/Jovens: Bispos europeus atentos a clima de receio e incerteza

  domtotal.com
Encontro em Barcelona reúne episcopados católicos para debater desafios na relação com novas gerações.
Cardeal Vincent Nichols falou da importância de ouvir os “receios” dos jovens
Cardeal Vincent Nichols falou da importância de ouvir os “receios” dos jovens (Ecclesia)

A cidade de Barcelona acolhe desde hoje um encontro de responsáveis de 37 conferência episcopais da Europa para debater a relação entre a Igreja Católica e os jovens.

O cardeal Vincent Nichols, vice-presidente do Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e arcebispo de Westminster (Inglaterra), disse aos jornalistas que o Papa Francisco tem razão ao afirmar que a União Europeia “perdeu a sua visão”, o que não acontece com os jovens e a sua capacidade de compreender os “fundamentos” da sociedade.

O responsável realçou a importância de ouvir os “receios” dos jovens, que vivem num clima de “incerteza” perante os “desafios imensos” que enfrentam.

“Não fingimos que o Evangelho tem respostas políticas para estas questões, mas estamos convencidos de que para construir sobre terreno sólido, as respostas têm de ser encontradas no encontro pessoal com Jesus”, declarou.

O Simpósio organizado pelo  Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) propõe um debate sobre o acompanhamento dos jovens e o discernimento vocacional, que vai estar no centro da próxima assembleia do Sínodo dos Bispos, em 2018.

“O mais importante que fazemos no acompanhamento dos jovens é ouvir com muita atenção”, referiu o cardeal Nichols, para quem o principal desafio que a Igreja Católica enfrenta é a “indiferença” e o “cinismo”.

O responsável inglês quis ainda sublinhar que o ‘Brexit’ representa uma saída da União Europeia, mas não da Europa.

Para o presidente da Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, uma liderança baseada no medo é uma “liderança pobre”; pelo contrário, uma boa liderança apela “ao melhor” que há em cada um.

O encontro de Barcelona, que decorre até sexta-feira, reúne 275 peritos na pastoral, universitária, vocacional e catequética, acompanhados por 32 bispos.

O cardeal Antonio Cañizares, vice-presidente da Conferência Episcopal Espanhola, convidou os responsáveis católicos e políticos a “desmontar” os populismos, que não estão a fazer das pessoas nem da sua liberdade.

O arcebispo de Valência sublinhou a importância de aproximar os jovens da mensagem cristã, “da Igreja e dos pobres”.

Já o anfitrião do encontro, D. Juan José Omella Omella, arcebispo de Barcelona, desejou uma sociedade “mais solidária”, para contrariar um “ambiente de mentira e de corrupção”.

Este responsável considerou que “os jovens têm muito a dar à Igreja e à sociedade” e são capazes de abrir caminho a “uma sociedade nova” na Europa.

No início dos trabalhos do simpósio do CCEE, um grupo de jovens de Barcelona fez uma apresentação multimédia sobre os desafios, problemas e esperanças da sua geração.

O primeiro dia desta iniciativa concluiu-se com uma Missa presidida pelo cardeal Vincent Nichols.


Ecclesia
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com