"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Roma: iniciativa "Morrer de esperança"

Resgate de um barco de migrantes - ANSA

Roma (RV) - A Comunidade romana de Sant'Egidio, Centro Astalli, Caritas italiana, Fundação Migrantes, Federação das Igrejas Evangélicas na Itália, ACLI, Casa Scalabrini 634, Associação Papa João XXIII reúnem-se nesta quinta-feira, 22 de junho, às 17h30, em Roma, em frente à Basílica de Santa Maria in Trastevere para apresentar suas propostas, em cinco pontos, sobre a imigração: um encontro para contar a realidade, para além de qualquer manipulação política e eleitoral, e olhar para o futuro com ações concretas.
Logo depois, às 18h30, na Basílica, terá início “Morrer de esperança”, uma vigília organizada para recordar as muitas pessoas - homens, mulheres, mas também crianças – que perderam a vida nos últimos anos no Mar Mediterrâneo ou em outros terríveis caminhos em direção à Europa. Somente neste ano são quase 2.000.
Mortos de “esperança” em uma vida melhor, longe das guerras e das dificuldades de todos os tipos. Participarão muitos imigrantes, incluindo alguns que viveram dias terríveis para chegar à Europa, junto com aqueles que, em vez disso, chegaram em segurança com os corredores humanitários. Estarão presentes também familiares e amigos daqueles que perderam suas vidas no mar. Durante a vigília serão lidos alguns nomes e acesas velas em memória dos que morreram tentando alcançar o continente europeu.
“Morrer de esperança” será realizado nos próximos dias também em outras cidades italianas e europeias para oferecer outros momentos de recordação, mas também para suscitar novas iniciativas de acolhida e integração. (SP)
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com