"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

terça-feira, 20 de junho de 2017

Papa faz breve peregrinação pelo norte e centro da Itália

 domtotal.com
Francisco presta homenagem a sacerdote 'incômodo' que foi ao encontro de quem estava longe.
Francisco reza diante do túmulo de Lorenzo Milani
Francisco reza diante do túmulo de Lorenzo Milani (OSSERVATORE ROMANO/AFP).

O Papa prestou, esta terça-feira (20) homenagem ao padre Primo Mazzolari (1890-1959), no norte da Itália, elogiando um sacerdote “incómodo” que foi capaz de ir ao encontro dos pobres e dos mais distantes.

Francisco deslocou-se à localidade de Bozzolo, numa iniciativa pessoal, e rezou junto ao túmulo do sacerdote, depositando ali um ramo de flores, na igreja paroquial de São Pedro.

O bispo de Cremona, D. Antonio Napolioni, anunciou aos presentes que a 18 de setembro se vai abrir a fase diocesana do processo de beatificação do padre Mazzolari.

O Papa pronunciou um discurso, interrompido várias vezes por salvas de palmas dos presentes, em que evocou uma figura “luminosa”, que chegou a ser “incómoda” para muitos, e que representa o rosto de um “clero não clerical.

Primo Mazzolari, que foi também um membro da resistência durante a II Guerra Mundial, foi recordado como uma figura profética, que “procurou mudar a Igreja e o mundo através do amor apaixonado e da dedicação incondicional”.

Francisco falou deste sacerdote como um precursor de uma “Igreja em saída”, atento à “periferia”, temas que têm sido centrais no atual pontificado.

“A credibilidade do anúncio passa pela simplicidade a pobreza da Igreja”, acrescentou.

A intervenção alertou para o perigo de se criarem instituições ditas "católicas", como bancos ou cooperativas, que geram "uma comunidade cristã elitista", favorecendo apenas "interesses e clientelas com uma etiqueta católica".

O Papa visitou depois a sacristia da paróquia, o gabinete do padre Mazzolari, onde estão guardadas algumas recordações pessoais e escritos do sacerdote, antes de saudar e abençoar os fiéis reunidos na praça paroquial.

A viagem prossegue no município de Vicchio, província e Diocese de Florença, no qual o Papa se deslocou ao cemitério local para uma oração, em privado, junto ao túmulo do padre Lorenzo Milani (1923-1967), por ocasião do 50º aniversário da sua morte.

O programa divulgado pelo Vaticano prevê um “encontro com os discípulos do padre Milani” na igreja de Barbiana e breve visita à casa paroquial, nos quartos onde estava hospedada uma escola popular.

Já no jardim adjacente, o Papa vai pronunciar um discurso comemorativo na presença dos discípulos de padre Milani, de um grupo de sacerdotes da arquidiocese florentina e de alguns jovens hóspedes das residências de acolhimento familiar.


Ecclesia
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com