"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Fortaleza é uma das cidades brasileiras que recebem festival de cinema francês

O festival terá 19 filmes (FOTO: Divulgação)

O Festival Varilux de Cinema Francês segue em crescimento no Brasil. A edição de 2017, entre os dias 7 e 21 de junho, chegará a mais de 60 cidades, distribuídas em 21 estados e Distrito Federal.
A programação deste ano é composta por 19 produções inéditas nos cinemas brasileiros, incluindo um documentário e um clássico. Os maiores astros do cinema francês estarão presentes na seleção: o público poderá conferir os mais recentes trabalhos de Catherine Deneuve, Gérard Depardieu, Juliette Binoche, Omar Sy, Marion Cotillard, Guillaume Canet e Cécile de France. Outro destaque é a última atuação da inesquecível Emmanuelle Riva, falecida em janeiro último, em “Perdidos em Paris”.
Este ano, o festival está presente em 8 dos 9 estados nordestinos. Em 2016, Fortaleza foi a 6ª cidade do Brasil em termos de público para o festival Varilux, com 6.300 espectadores. Para a edição de 2017, houve ampliação de cinemas, com opções de ver filmes nas telas do Cinema do Dragão, CineTeatro São Luiz, Cinépolis RioMar Fortaleza e Arcoplex Pátio Dom Luis.
Em Fortaleza, a pre-estreia do festival acontecerá o dia 6 de junho às 19h no cinema Arcoplex Pátio Dom Luis, organizada pela Aliança Francesa de Fortaleza. O filme de abertura, Perdidos em Paris (Paris pieds nus), de Fiona Gordon e Dominique Abel. A projeção será precedida por um coquetel reservado a convidados das 19h às 20h no foyer do cinema.
Uma sessão educativa é prevista com o filme “A Viagem de Fanny”, de Lola Doillon, no dia 7 de junho às 10h no Cineteatro São Luiz para alunos e estudantes de escolas e universidades públicas, e para crianças de associações. Uma sessão gratuita do documentário “Amanhã”, de Cyril Dion e Mélanie Laurent é organizada pela Aliança Francesa de Fortaleza no dia 20 de junho às 18h no auditório do Porto Iracema das Artes, com debate.
Filmes e artistas confirmados
  
O Festival conta com 19 filmes na programação. Entre eles, “Um Instante de Amor”, de Nicole Garcia, com atuação elogiada de Marion Cotillard, ganhadora do Oscar de 2008 por “Piaf – Um hino ao amor”; “Rock’n roll – Por trás da fama, comédia auto-satírica de Guillaume Canet, e “Frantz”, o mais recente filme de François Ozon, uma surpreendente adaptação do filme de Ernest Lubitsch de 1932, com o novo astro do cinema francês Pierre Niney (“Yves Saint Laurent”).
Seguindo a tradição de exibir um clássico do cinema francês, o Festival Varilux traz a reconhecida comédia-musical “Duas Garotas Românticas” (“Les Demoiselles de Rochefort”), de Jacques Demy e Agnès Varda, que completa 50 anos em 2017. O longa, com Catherine Deneuve, foi indicado ao Oscar de melhor trilha sonora em 1969.
Até o momento, a delegação conta com sete artistas franceses que irão apresentar seus filmes. São eles: Dominique Abel e Fiona Gordon, diretores e atores de “Perdidos em Paris” (“Paris Pieds Nus”, de 2017), que completam 40 anos de carreira; o rapper e ator Sadek, de “Tour de France” (2016); a diretora Noémie Saglio e a atriz Camille Cottin, de “Tal Mãe, tal Filha” (“Telle Mère, telle Fille”, de 2016); e o diretor Olivier Peyon e o ator Ramzy Bedia, de “O Filho Uruguaio” (“Une Vie Ailleurs”, de 2017). A delegação estará presente na abertura do Festival em São Paulo, dia 7 de junho, e no Rio de Janeiro, no dia 8, assim como em sessões de seus filmes nas duas cidades.
Confira todos os 19 filmes do festival::
1 – Uma Agente muita Louca (Raid Dingue, 2017) de Dany Boon
2 – Amanhã (Demain, 2015), de Cyril Dion e Mélanie Laurent
3 – Na Cama com Victoria (Victoria, 2016) de Justine Triet
4 – Coração e Alma (Reparer les vivants, 2016) de Katell Quillévéré]
5 – Uma Família de Dois (Demain tout Commence, 2017) de Hugo Gélin
6 – O Filho Uruguaio (Une Vie Ailleurs, 2017) de Olivier Peyon
7 – Frantz (2017) de François Ozon
8 – Um Instante de Amor (Mal de Pierres, 2016) de Nicole Garcia
9 – Perdidos em Paris (Paris pieds nus, 2017) de Fiona Gordon, Dominique Abel
10 – Um Perfil para Dois (Un Profil pour Deux, 2017) de Stéphane Robelin
11 – O Reencontro (Sage Femme, 2017) de Martin Provost
12 – Rock’n roll – Por trás da fama (Rock’n roll, 2107) de Guillaume Canet
13 – Rodin (2017) de Jacques Doillon
14 – Tal Mãe, tal Filha (Telle mére, telle fille, 2017) de Noèmie Saglio
15 – Tour de France (Tour de France, 2016) de Rachid DjaïdanI
16 – Na Vertical (Rester Vertical, 2016) de Alain Guiraudie
17 – A Viagem de Fanny (Le Voyage de Fanny, 2016) de Lola Doillon
18 – A Vida de uma Mulher (Une vie, 2016) de Stéphane Brizé
19 – CLÁSSICO DO FESTIVAL – Duas Garotas Românticas (Les Demoiselles de Rochefort, 1967), de Jacques Demy e Agnès Varda

Tribuna do Ceará
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com