terça-feira, 16 de abril de 2019

Dom Aloísio em nossos corações

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, em pé, barba e óculos de solLivro fotobiográfico
Padre Geovane Saraiva

 “Para aprofundar e anunciar os mistérios da nossa fé é necessário entrar no silêncio de Deus”.

Dom Aloísio considerou o povo cearense, com sua história, realidade e cultura, tornando-se seu patrimônio. Ao mesmo tempo, estimulou-o a ser sujeito e protagonista de sua própria história. Acolhida de um irmão muito querido, nosso querido pastor, que na sua coerência profética e docilidade franciscana, ajuda-nos no seguimento de Jesus de Nazaré. Na estrada exigente da vida, nas mais diversas circunstâncias, em que nos foram e são apresentadas as forças do mal, os cristãos da Igreja de Fortaleza, do Ceará e do Brasil, agradecidos, contaram com Dom Aloísio. Ao anunciar o Evangelho com destemor e grande compostura, ele sempre carregou, no seu bom coração, as alegrias, as esperanças, as tristezas, as angústias e os sofrimentos de sua gente querida do Ceará. Como nos faz bem recordar um Dom Aloísio, humilde irmão entre irmãos, doçura e serenidade em pessoa, alegria constante, posições corajosas e determinadas!

A imagem pode conter: textoCapa e contracapa
Mística Franciscana:

"Francisco de Assis, um homem livre, amarrado a ninguém, levando-o a redescobrir a pureza original das criaturas. Indubitavelmente, o Cântico das Criaturas expressa esta liberdade interior e exterior conseguida pelo Santo de Assis".

"Só uma vida inteiramente aberta a Deus e ao Irmão é capaz de dar à criatura humana o gozo da libertação, que conduz à liberdade pura e santa com que Deus nos criou".

Dom Aloísio Lorscheider, antes de morrer (23/12/2007): "Estou preparado. Sou curioso, quero ver o outro mundo. Viver face a face com Deus, sem dúvida, é diferente". Eis aqui um exemplo da verdadeira esperança e mística cristã, a partir do homem de Deus, que, além de nos inspirar, faz-nos inspiradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário