"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

sexta-feira, 7 de julho de 2017

'Precisamos ter muita tranquilidade e prudência neste momento', diz Rodrigo Maia

Presidente da Câmara afirmou que é preciso 'ajudar o Brasil a sair da crise' e defendeu aprovação das reformas trabalhista e da Previdência
Por G1
07/07/2017 13h10  Atualizado há 2 horas
Foto: (Luis Macedo/Câmara dos Deputados)
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou nesta sexta-feira (7) 
que é preciso "tranquilidade e prudência" no atual momento do país.

"Precisamos ter muita tranquilidade e prudência neste momento. Em vez de potencializar, precisamos ajudar o Brasil a sair da crise", afirmou Maia, por meio de sua conta no Twitter, durante viagem à Argentina.
 Follow
 Rodrigo Maia ✔ @DepRodrigoMaia
Precisamos ter muita tranquilidade e prudência neste momento. Em vez de potencializar, precisamos ajudar o Brasil a sair da crise. #reformas
10:18 AM - 7 Jul 2017
  24 24 Retweets   78 78 likes
Twitter Ads info and privacy
O parlamentar também defendeu a aprovação das reformas trabalhista e da Previdência e mudanças na legislação da segurança pública, e cobrou celeridade na definição da agenda de votações da Câmara dos Deputados.
Maia é o primeiro da linha sucessória em caso de um afastamento do presidente Michel Temer (PMDB) da Presidência da República. Nesta semana, o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissatti, disse que o parlamentar tem as condições de juntar os partidos ao redor de um nível mínimo de estabilidade para o país.
Em entrevista à TV Globo na quarta-feira (5), Tasso afirmou que o PSDB, principal aliado do governo do pemedebista, 'está evoluindo naturalmente para a saída do governo'. Nesta sexta-feira (7), outra liderança do partido, o vice-presidente do Senado, Cássio Cunha Lima, afirmou que as vozes contrárias o desembarque "são cada vez menos representativas dentro do partido".
Titular de um dos ministérios mantidos pelo PSDB, o chanceler Aloysio Nunes Ferreira criticou os correligionários pouco depois.
"Do ponto de vista dos interesses do Brasil, não poderia haver ocasião mais inoportuna para os recentes ataques de dirigentes do PSDB ao presidente da República, quando ele representa nosso país na Cúpula do G20", escreveu Aloysio em sua conta oficial no Twitter.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com