Tecnologia do Blogger.

Papa pede fim de interesses comerciais na luta contra o cancro

by - 11:27:00

Agência Ecclesia 26 de Junho de 2017, às 15:20   
RV/OR 
RV/OR
Francisco recebeu responsáveis italianos e defendeu cultura de prevenção na Oncologia

Cidade do Vaticano, 26 jun 2017 (Ecclesia) - O Papa Francisco manifestou-se hoje contra a existência de “interesses comerciais” na luta contra o cancro, apelando a uma “cultura da vida” que aposta na prevenção.

“É necessário difundir uma cultura da vida, feita de atitudes, comportamentos. Uma verdadeira cultura popular, séria, acessível a todos, e não baseada em interesses comerciais”, disse, num encontro com cerca de 150 membros da Liga Italiana Contra o Cancro.

Francisco elogiou o papel desta instituição, que ajuda a “formar nas pessoas e nas famílias um estilo de prevenção, favorecendo a mentalidade de que a prevenção oncológica é primeiramente um estilo de vida”.

“As famílias precisam de ser acompanhadas no caminho de prevenção. Um caminho que envolve as várias gerações num pacto solidário. Um caminho que valoriza a experiência de quem viveu, com os próprios familiares, o percurso cansativo da doença oncológica”, acrescentou.

O Papa deixou uma palavra de agradecimento aos voluntários que colaboram com as estruturas de saúde, públicas e privadas, e também pela ajuda oferecida às famílias.

Cuidar de um doente, observou, “é uma riqueza inestimável para a sociedade”, mostrando a necessidade de “não ter medo da proximidade, não ter medo da ternura, não ter medo de gastar tempo com laços que ofereçam e recebam apoio e conforto recíproco”.

O discurso, divulgado pela sala de imprensa da Santa Sé, pediu uma atenção particular à “periferia”, ou seja, a “cada homem e mulher que vive numa condição de marginalização”.

OC

You May Also Like

0 comentários