"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Testemunhos em Fátima: Viemos “porque o coração te leva onde Deus manda”


Peregrinos em Fátima (2017) / Crédito: Daniel Ibáñez (ACI Prensa)

FATIMA, 10 Mai. 17 / 12:00 pm (ACI).- Milhões de peregrinos se dirigem a cada ano ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima e neste ano chegarão mais peregrinos às terras portuguesas devido às celebrações do centenário das aparições da Mãe de Deus, cuja festa central será a canonização dos videntes Francisco e Jacinta Marto, que será presidida pelo Papa Francisco.

Marco Mancini, vaticanista de ACI Stampa – agência em italiano do Grupo ACI – conversou com algumas pessoas no Santuário de Fátima para conhecer as razões que as levam a este lugar importante para os católicos de todo o mundo.

“Eu estou aqui por um sentimento de fé, porque o coração te leva onde Deus manda. Foi uma exigência para mim. Eu me sinto aderido à Virgem. Se você não acredita, não tem sentido vir aqui. Você deve vir aqui com fé e rezar”.

Este peregrino disse que chegou a Fátima para “agradecer porque teve um problema de família: nunca me senti deprimido porque tenho fé e esta cresceu. Também aconteceu algo especial em 2008. Estava dentro de um trator que virou e sai ileso. Esse dia era 13 de maio”.

Desde então, continua, “sempre tive Nossa Senhora de Fátima no meu coração e sentia a necessidade de vir aqui onde encontro paz e serenidade. Estou ligado a este lugar, aqui é necessário crer”.

Outra peregrina disse a Mancini que é uma experiência “indescritível para mim que estou em Fátima pela primeira vez. Estou aqui pela fé. Meus medos caíram ao chegar aqui e quando cheguei o meu coração batia muito forte como se eu fosse me casar. A viagem foi um presente pelos meus 60 anos. Foi um belo presente, vejo muita gente e eu estou contente porque vejo que ainda há fé no mundo”.

Uma senhora do grupo da Obra Romana de Peregrinações contou a Mancini que “vir a Fátima é uma necessidade que sentia dentro de mim há muito tempo. Sinto o que os pastores sentiram”.

“Estou aqui pela primeira vez e isso é uma verdadeira experiência de fé: respiro o amor de Deus que nos une a todos, apesar das diferenças. Seria bom vir com frequência, especialmente os jovens: rezo para que as minhas filhas possam compreender o significado desta peregrinação”.

Esta peregrina contou que seu marido se converteu graças “à Virgem de Fátima. Éramos crentes, mas não praticantes e, pouco a pouco, nos convertemos. Agora, vivemos a fé. Estar aqui é o coroamento de um desejo comum”.

Por outro lado, uma peregrina da América do Sul, que atualmente vive na Itália, compartilhou: “Esperei muito tempo antes de vir aqui. Estou aqui pelo meu filho, porque ele não quer rezar. Espero que, graças à Virgem, ele também possa começar a rezar”.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com