"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Jim Caviezel protagonizará sequência de “A Paixão de Cristo”? Ator responde em entrevista

Jim Caviezel / Crédito: Flickr de Genevieve (CC-BY-2.0)

REDAÇÃO CENTRAL, 03 Mai. 17 / 02:30 pm (ACI).- Em uma recente entrevista Jim Caviezel, ator que interpretou Jesus em “A Paixão de Cristo”, famoso filme produzido e dirigido por Mel Gibson, falou sobre a possibilidade de voltar a representar o Filho de Deus na anunciada sequência que será sobre a ressurreição.

“Quero trabalhar com Gibson novamente. Desta vez será um filme sobre a ressurreição. Se ‘A Paixão de Cristo’ inspirou tantas pessoas a fazer o bem, por que não tentamos novamente? Sinto que outra vez há um propósito na minha vida”, disse o ator em uma entrevista realizada na Polônia pelo jornalista e crítico de cinema Lukasz Adamski.

Caviezel assegurou que o papel de Jesus “foi o esforço mais difícil” que realizou, porque “não há nada mais glorioso e humilhante ao mesmo tempo” do que esse papel. Além disso, afirmou que não há “nada” que poderia “me ensinar melhor a humildade”.

“A ideia de interpretá-lo novamente se sente como um pesadelo. Entretanto, quando visito um país como a Polônia e vejo os locais de martírio e sacrifício, percebo que só o amor pode salvar o mundo. O amor de Cristo”, detalhou.

Além de ‘A Paixão de Cristo’, Jim Caviezel protagonizou filmes de sucesso de Hollywood, como ‘O Conde de Monte Cristo’ e ‘Além da Linha Vermelha’ e recentemente terminou a série de televisão ‘Person of Interest’.

“Atuar nos últimos cinco anos em uma série de televisão sobre um homem que busca um propósito não é somente por dinheiro. Eu faço isso por amor. É a minha missão cristã”, esclareceu.

Sobre sua carreira de ator, depois de ‘A Paixão de Cristo’, Caviezel disse que “de repente” deixou “de ser um dos cinco atores mais populares do estúdio” sem ter feito “nada de errado”.

“Apenas interpretei Jesus. Fui afetado pessoalmente por esta rejeição? Bom, cada pessoa deve carregar uma cruz. O mundo muda... mas não estarei neste mundo para sempre. Nem os produtores de Hollywood. Em algum momento, todos terão que responder pelo que fizeram”, enfatizou.

Apesar de ter sido afastado da indústria de Hollywood, o ator admitiu que nunca esqueceu “que o nome de Jesus está acima de tudo”.

“Também é o nome mais controverso de todos os tempos. O amor é controverso e Ele é o amor encarnado. Jesus falava aos Romanos sobre o amor e o mataram por isso. Foi traído pelo seu próprio povo e abandonado por todos. O meu dever não era somente mostrá-lo na tela, mas viver de acordo com o Evangelho todos os dias e dar testemunho da verdade”, concluiu.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com