"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Canonização: «A santidade dos pastorinhos é o fruto mais belo da Mensagem de Fátima» - D. António Marto


Agência Ecclesia 11 de Maio de 2017, às 11:56        Foto: papa2017.fatima.pt

Foto: papa2017.fatima.pt
Bispo de Leiria-Fátima afirma que a cerimónia do dia 13 de maio é como a «cereja em cima do bolo»

Fátima, 11 mai 2017 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima disse que a canonização dos pastorinhos é o reconhecimento da “santidade do quotidiano” e o“fruto mais belo da Mensagem de Fátima”.

“A canonização dos pastorinhos é como a cereja em cima do bolo” e a sua santidade o “fruto mais belo da Mensagem de Fátima”, afirmou D. António Marto em entrevista à Agência ECCLESIA

Para o bispo de Leiria-Fátima as caraterísticas dos irmãos Marto que os vão tornar nas “primeiras crianças não mártires” a serem reconhecidas como santos são a “compaixão e “contemplação”.

“Francisco é mais meditativo, contemplativo, porque viveu fascinado pela beleza da bondade e do amor do mistério de Deus, de que ele fala”, assinala.

Características que correspondem à “dimensão mística da fé” que o bispo de Leiria-Fátima indica ser “muito importante no mundo”.

“Como ele gostava de meditar na vida à luz de Deus, é um convite para nós, que vivemos tão distraídos e dispersos, a meditar no essencial da vida”, refere a respeito do futuro santo português.

Para o bispo de Leiria-Fátima, Jacinta, “que sofria com os que sofrem e era capaz de rezar por eles e até de partilhar a merenda com os que não tinham”, manifestava a compaixão, “bela e necessária hoje”.

“Numa sociedade marcada pelo individualismo, cada um no seu mundo, pela indiferença em relação ao outro, chegando mesmo a virar-se o olhar para não ver o outro, a compaixão é a virtude que nos leva a sofrer com os outros, a partilhar o sofrimento dos outros e a sofrer pelos outros”, precisa.

Para D. António Marto a santidade dos pastorinhos é “o fruto mais belo da Mensagem de Fátima” e esta qualidade é “para todas as idades”.

O bispo de Leiria-Fátima considera que canonização dos pastorinhos é “a cereja em cima do bolo”.

“O centenário não ficaria completo sem este aspeto da canonização dos pastorinhos”, sustenta.

Para o bispo de Leiria-Fátima, é hora de escutar as crianças porque “as crianças também ensinam os adultos!"

"Digo-o porque tenho aprendido muito com as crianças!”, acrescentou.

“Há uma pergunta chave que Deus faz aos pastorinhos donde parte todo o caminho que eles fizeram: «Quereis oferecer-vos a Deus para reparar os pecados do mundo?» Começou por estas crianças disponíveis, que depois fizeram o seu caminho na companhia de Maria”, lembra.

A entrevista na íntegra de D. António Marto pode ser consultada na mais recente edição do Semanário que a ECCLESIA, sobre o Centenário das Aparições.

O Papa Francisco chega esta sexta-feira a Portugal para, no Santuário de Fátima, presidir à peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de maio, onde vai canonizar os pastorinhos Francisco e Jacinta Marto.

PR/LS
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com