"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

domingo, 9 de abril de 2017

Papa no Angelus: Deus converta quem semeia morte, produz e trafica armas

2017-04-09 Rádio Vaticana


Cidade do Vaticano (RV) - No final da missa do Domingo de Ramos (09/04), o Papa Francisco rezou a oração mariana do Angelus, na Praça São Pedro.


Na alocução que precedeu a oração, o Pontífice disse:

“No final desta celebração, saúdo cordialmente todos vocês aqui presentes, especialmente os que participaram da conferência internacional em vista da assembleia sinodal sobre os jovens, promovida pelo Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida junto com a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos. Esta saudação se estende a todos os jovens que hoje, em torno de seus bispos, celebram a Jornada Mundial da Juventude em todas as dioceses do mundo. É mais uma etapa da grande peregrinação, iniciada por São João Paulo II, que no ano passado nos reuniu em Cracóvia e que nos convoca ao Panamá, em janeiro de 2019.”

“Por isso, daqui a pouco, os jovens poloneses entregarão a Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude aos jovens panamenhos, acompanhados, uns e outros, por seus Pastores e Autoridades civis”, disse ainda o Papa.
  “Peçamos ao Senhor para que a Cruz, junto ao ícone de Maria Salus Populi Romani, nos lugares em que passar, faça crescer a fé e a esperança, revelando o amor invencível de Cristo.”

A seguir, Francisco recordou as vítimas do atentado cometido na Suécia:

“A Cristo, que hoje entra na Paixão, e à Virgem Santa confio as vítimas do atentado terrorista perpetrado, na última sexta-feira (07/04), em Estocolmo, bem como aqueles que ainda são duramente provados pela guerra, tragédia da humanidade”.

O Papa recordou também as vítimas de uma explosão na igreja Mar Girgis, na cidade de Tanta, no Egito, este domingo (09/04), que deixou vinte e cinco mortos e 40 feridos. A cidade está situada a cem quilômetros ao norte do Cairo:

“Rezemos pelas vítimas do atentado perpetrado, infelizmente, hoje, esta manhã, no Cairo, numa igreja copta. Ao meu querido irmão, Sua Santidade Tawadros II, à Igreja copta e a toda a querida nação egípcia expresso o meu profundo sentimento de pesar. Rezo pelos defuntos e feridos. Estou próximo aos familiares e a toda comunidade. Que o Senhor converta o coração das pessoas que semeiam terror, violência e morte, e também o coração daqueles que fazem e traficam armas.”

(MJ)

(from Vatican Radio)
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com