"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

terça-feira, 25 de abril de 2017

A Festa da Misericórdia | 2º Domingo da Páscoa

       A Festa da Misericórdia foi instituída pelo Santo Padre, o Papa João Paulo II, em 23 de maio de 2000, a pedido do próprio Senhor à Santa Faustina Kowalska: “Comecei uma novena na intenção de certos sacerdotes, para que Deus lhes conceda luz e inspiração, para que se esforcem por conseguir a aprovação dessa Festa e para que o Espírito Divino inspire o Santo Padre em toda essa ­questão.” (D.1041)
O anúncio se deu durante a canonização da Irmã Faustina, no dia 30 de abril de 2000, ficando estabelecido que o 2º domingo da Páscoa é o Domingo da Misericórdia. Na liturgia deste mesmo domingo a Igreja celebra o Sacramento da Reconcili­ação. “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos” (Evangelho de São João 20,19-31).
Aqueles que participam deste Sacramento experimentam a misericórdia que perdoa e apaga nossos pecados. “Minha filha, olha para o abismo da minha misericórdia e dá a esta misericórdia louvor e glória. Faz-o da seguinte maneira: reúne todos os pecadores do mundo inteiro e mergulha-os no abismo da minha misericórdia. Minha filha, quero entregar-Me às almas, desejo as almas. Na minha festa, na Festa da Misericórdia, percorrerás o mundo inteiro e trarás as almas que desfalecem à fonte da minha misericórdia. Eu as curarei e fortalecerei.” (D. 206 ). Assim é a promessa do Deus misericordioso à humanidade.
                              
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com