"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

segunda-feira, 27 de março de 2017

Hoje faz um ano que Madre Angélica, fundadora da EWTN, partiu para a Casa do Pai

Por Tim Drake
Madre Angélica. Foto: EWTN

IRONDALE, 27 Mar. 17 / 11:30 am (ACI/EWTN Noticias).- Há exatamente um ano faleceu a querida e recordada Madre Angélica, fundadora do grupo Eternal World Television Network (EWTN), maior rede de comunicação católica do mundo. Ela partiu para a Casa do Pai no Domingo de Páscoa.

A clarissa pobre que mudou o rosto do catolicismo nos Estados Unidos morreu depois de 15 anos lutando com as sequelas de um derrame cerebral. Ela tinha 92 anos.

No final da audiência geral no dia 30 de março de 2016, o Papa Francisco abençoou uma imagem da Madre Angélica e expressou sua confiança de que ele está “no céu”, enquanto apontava para o firmamento, dirigindo-se à equipe de EWTN em Roma, depois de assistirem ao evento levando uma fotografia da religiosa.

“A Madre sempre personificou e sempre personificará a EWTN, a rede de comunicações que Deus pediu que ela fundasse”, afirmou o Chefe Executivo da rede, Michael Warsaw. “Suas realizações e legados na evangelização através do mundo foram praticamente miraculosos e isso só pode ser atribuído à divina Providência e sua incessante fidelidade a Nosso Senhor”, acrescentou.

“A Madre Angélica conseguiu algo que os próprios bispos norte-americanos não conseguiram”, afirma o Arcebispo da Filadélfia Dom Charles Chaput, que esteve no conselho superior da EWTN desde 1995. “Ela fundou e expandiu uma rede que apela aos católicos de todos os dias, entendeu suas necessidades e alimentou suas almas. Ela teve muita ajuda, certamente, e mesmo esta foi parte da sua genialidade”.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com