70 mil peregrinos reunidos no Santuário de Aparecida na Romaria do Terço dos Homens


Milhares de peregrinos na Romaria do Terço dos Homens. Foto: Thiago Leon / Facebook Santuário Nacional de Aparecida

APARECIDA, 20 Fev. 18 / 06:00 am (ACI).- Ao comemorar os 10 anos do Terço dos Homens, a Romaria que congrega milhares de membros desse movimento bateu recorde no último fim de semana, ao reunir 70 mil peregrinos no Santuário Nacional de Aparecida.

“Na primeira romaria nós tínhamos seiscentos homens e agora depois de dez anos nós temos essa multidão que não cabe mais dentro do Santuário”, declarou ao portal ‘A12’ o Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e bispo referencial do Terço dos Homens, Dom Gil Antônio Moreira.

O Prelado expressou que “é uma multidão incalculável”. De acordo com ele, “esse crescimento é uma grande bênção para a Igreja no Brasil. É um movimento que nasceu no meio dos leigos com o apoio da Igreja”.

Segundo o Santuário de Aparecida, “essa já é uma das maiores romarias” que o templo recebe todos os anos.

A Romaria Nacional do Terço dos homens foi aberta oficialmente na noite de sexta-feira, 16 de fevereiro, no Santuário Nacional, com celebração presidida pelo reitor, Padre João Batista de Almeida, e seguiu com a programação no sábado, 17 de fevereiro, quando foi Dom Gil Antônio presidiu a Missa campal, em frente à Tribunal Papa Bento XVI.

Em sua homilia, referiu-se ao tema deste ano da romaria, “Terço dos Homens, em comunhão com as vocações, resgatando Famílias” e recordou a frase do Papa Francisco na exortação apostólica Evangelii Gaudium: “Maria é aquela que sabe transformar um curral de animais na casa de Jesus, com uns pobres paninhos e uma montanha de ternura”.

Nesse sentido, indicou o Prelado, “muitas vezes nossos lares podem se parecer muito mais com um curral de animais, com materialismo e até com violências”.

Entretanto, ressaltou que, “Maria indo a essa casa sabe transformá-la em casa de Jesus”.

À tarde, os romeiros se reuniram em torno do altar central da Basílica de Aparecida, onde recitaram os mistérios gozosos do Santo Terço. Durante a contemplação, foram apresentados também depoimentos de representantes dos diversos grupos de Terço dos Homens de todo o país, com relatos de curas, bênçãos, conversões.

Nesses dez anos do movimento, a tradição do terço dos homens vem passando entre gerações. Muitos pais, por exemplo, foram vistos com seus filhos na Romaria ao Santuário de Aparecida.

Adalberto Silva, de Guapiara (SP), levou o filho Samuel Souto, de 12 anos, e contou ao portal ‘A12’ que seu objetivo era incentivar o menino a “aprender o caminho da oração”. “Eu já sou catequista e pra mim é uma alegria poder participar da minha Igreja. O Terço dos Homens fortalece ainda mais a nossa fé”, acrescentou.

Já Benedito Souza Barreto, de Nanuque (MG), estava acompanhado pelo filho Leandro, de 15 anos, e pelo sobrinho Will Kevelin, de 12 anos. “Precisamos aprender a evangelizar dentro de nossa família, e isso vem desde o berço em nossa casa, com nossos avós e pais. Por isso, trouxe aqui meu filho e sobrinho”, declarou.

Para o próximo ano, a Romaria Nacional do Terço dos Homens já tem data marcada. Será nos dias 15 e 16 de fevereiro.

Comentários