"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

sábado, 5 de agosto de 2017

SSacerdote mais idoso de Portugal, cumprimentado pelo Papa, completa 80 anos de sacerdócio

Pe. Joaquim Pereira da Cunha Foto: Arlindo Homem (Agência Ecclesia) / 
Papa Francisco Foto: Daniel Ibáñez (ACI Prensa)

PORTO, 04 Ago. 17 / 05:00 pm (ACI).- O sacerdote mais idoso de Portugal que encontrou com o Papa Francisco em Fátima, Padre Joaquim Cunha, de 105 anos, irá celebrar 80 anos de ordenação sacerdotal no próximo dia 8 de agosto.

“Lembro que no próximo dia 8 de agosto celebraremos 80 anos de ordenação presbiteral do sacerdote mais idoso do nosso presbitério, Padre Joaquim Cunha. Neste amplo arco do tempo de oitenta anos de ordenações estamos todos nós, aqueles que Deus chama continuamente para o serviço da Igreja do Porto”, escreveu o Bispo da Diocese de Porto, Dom António Francisco dos Santos, no documento em que anuncia novas nomeações.

Pe. Joaquim Cunha nasceu em 8 de julho de 1912, em Mesquinhata, no Concelho de Baião. Aos 13 anos, ingressou no Seminário de Vilar, na cidade do Porto, e foi ordenado sacerdote em 8 de agosto de 1937.

Entre seus trabalhos pastorais, atuou na Paróquia de Valbom e depois serviu como pároco em Tabuado e Rio de Galinhas, onde esteve até 2010.

Atualmente, reside na Casa Sacerdotal da Diocese do Porto.

Em 13 de maio deste ano, no marco da comemoração do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima, Padre Joaquim teve um encontro com o Papa Francisco na Basílica da Virgem de Fátima, antes da Missa de canonização dos Santos Jacinta e Francisco Marto.

Pe. Joaquim esteve acompanhado neste momento por Pe. Nuno Antunes, que relatou à Rádio Vaticano como foi o encontro.

“Foi uma troca de olhares muito intensa e muito profunda. O Santo Padre aproxima-se e cumprimenta o padre Cunha, toca-lhe na mão e aperta a mão do padre Cunha. E o padre Cunha diz-lhe imediatamente, ele que está numa cadeira de rodas há bastantes anos: ‘peço desculpa de não me levantar’”.

Pe. Nuno então, explicou ao Pontífice que o sacerdote idoso estava se desculpando por não poder se levantar. “E o Santo Padre olhou para mim e eu olhei para ele num sorriso muito contido”.

“Depois eu disse ao Santo Padre: ‘o senhor Padre Cunha tem 80 anos de sacerdócio, 80 anos de serviço e de fidelidade à Igreja’. O Santo Padre olhou, assim com um olhar mais sério e mais profundo por aquilo que eu tinha acabado de dizer, olhou para o padre Cunha, baixou-se, beijou-lhe a mão e disse-lhe ‘reze por mim’”.

Segundo Pe. Nuno, o Pontífice repetiu este pedido duas vezes, “como quem está a dizer-lhe um segredo”. “E o Padre Cunha respondeu: ‘Eminência, eu já rezo por si desde que o senhor entrou’”.

“E o momento foi assim, um momento muito simples, de alguns minutos”, recordou.

Segundo o Bispo do Porto, Dom António Francisco dos Santos, revelou à agência Ecclesia do episcopado português, o encontro com o Papa Francisco era um desejo do próprio Padre Joaquim Cunha, era “certa ansiedade interior mas foi sempre um sonho que ele acalentou que ia tornar-se possível”.

Para o Prelado, Pe. Joaquim “é uma memória viva da Diocese do Porto, um encanto da vida sacerdotal. Penso que nele podemos ver refletido em espelho, a dedicação, generosidade, a grandeza de vida oferecidas do presbitério do Porto”.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com