"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Porto: Novos sacerdotes e diáconos vão «renovar a Igreja e transformar o mundo» - D. António Francisco dos Santos

Agência Ecclesia 10 de Julho de 2017, às 11:17 
Foto: Diocese do Porto
Foto: Diocese do Porto
Bispo diocesano presidiu às ordenações na Sé do Porto

Porto, 10 jul 2017 (Ecclesia) – O bispo do Porto afirmou este domingo que o “tesouro” confiado aos novos sete padres e cinco diáconos, da diocese e de institutos religiosos, pelo sacramento da Ordem, vai “renovar a Igreja e transformar o mundo”.

“Chamados por Deus e escolhidos pela Igreja para o ministério de diáconos e de presbíteros, sois os protagonistas da oração, que convosco hoje rezamos, e o rosto da bênção, que de Deus através de vós recebemos”, disse D. António Francisco dos Santos, na homilia da celebração, enviada hoje à Agência ECCLESIA.

O bispo pediu aos novos ordenados que não tenham “medo de guardar este tesouro religiosamente nos vasos de barro humano” que são.

“Este tesouro, que a graça do sacramento da Ordem vos confere e confia, vai renovar a Igreja e transformar o mundo”, observou, assinalando que Deus vai continuar “a cuidar” dos novos presbíteros e diáconos como “Seus eleitos e a velar em permanência”.

Do Seminário Maior do Porto foram ordenados três sacerdotes - Bruno Ávila, Fernando Perpétua, Marco Alves -, em número igual da Companhia de Jesus (Jesuítas) - Duarte Rosado, João de Brito e Manuel Lencastre Cardoso - e Jorge Gonçalves, da Congregação dos Sacerdotes de Coração de Jesus (Dehonianos).

Foram também ordenados como diáconos João Pedro Ribeiro e Vasco Soeiro, alunos do Seminário Maior da Sé, Ariosto Nascimento e Celestin Bizimenyera do Seminário de Santa Teresinha do Menino Jesus, Redemptoris Mater, do Porto, e Jaime Mathe da Sociedade Missionária da Boa Nova, natural de Moçambique.

O bispo do Porto deixou uma palavra de louvor para as famílias, comunidades, seminários e percursos de formação de cada um dos novos sacerdotes e diáconos.

O prelado realçou que a Eucaristia das ordenações deste domingo foi a primeira “grande celebração” na catedral depois do Papa Francisco ter declarado «Venerável» de D. António Barroso (1854-1918), ao reconhecer as sua «virtudes heroicas».

O antigo bispo da diocese e missionário foi apresentado como “modelo de vida e referência de ministério” e pediu para rezarem pelo bispo “modelo de discípulo missionário de Jesus”, desejando que “seja brevemente beatificado e canonizado”.

D. António Francisco dos Santos recordou ainda que se encontrou com os agora sacerdotes e diáconos na quinta-feira, quando estavam reunidos em retiro espiritual, no Mosteiro Carmelita de Bande.

“Senti mais uma vez com clareza que somos uma Igreja a caminho e que estamos decididos a estendermos as mãos ao Senhor para nos guiar nesta «santa viagem» de um verdadeiro, exigente e necessário caminho sinodal”, referiu.

CB/OC
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com