"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Sacerdote conta como Padre Pio o aconselhou a entrar no seminário

Resultado de imagem para padre italiano Giovanni Mezzadri
2017-07-06 Rádio Vaticana

Limeira (SP) - Classificado pelo Papa Francisco como “modelo exemplar da misericórdia de Deus”, São Padre Pio foi responsável por uma mudança profunda na vida de muitas pessoas, incluindo a do padre italiano Giovanni Mezzadri.

 A decisão

De acordo com o sacerdote, foi a partir de uma experiência pessoal com Padre Pio que ele decidiu deixar o serviço militar da Aeronáutica Italiana e ingressar no Seminário dos Missionários Xaverianos.

Era o ano de 1959 quando Mezzadri decidiu viajar de Parma, acompanhado de um primo, com destino a San Giovanni Rotondo. Segundo ele, o objetivo era encontrar-se com Padre Pio e pedir a ele que tirasse um possível desejo vocacional que estava mexendo com seus sentimentos havia algum tempo.

O testemunho 

"De manhã cedo, íamos à missa do Padre Pio até que chegasse o dia da confissão. Quando chegou a minha vez, confessei os meus pecados que tinha naquele tempo. 'Vou ver se ele tira essa coisa que me perturba', pensei. Então, disse a Padre Pio: - Às vezes me vem a tentação de entrar no seminário. Padre Pio me olhou, com aqueles olhos profundos, e com severidade falou: - Que tentação? Faz três anos que você está resistindo à graça de Deus. Naquele momento, eu vi como que uma luz que estava resistindo a um grande dom de Deus. Era festa de Nossa Senhora. Ao sair do confessionário, tinha uma praça grande. Eu sentia que deveria carregar o andor. Carreguei o andor um pouco de tempo e, depois de terminado, peguei o trem de volta junto com o meu primo, dei baixa na aeronáutica e entrei no ano seguinte Seminário dos Missionários Xaverianos em Nizza Monferrato”, conta Mezzadri.

Ordenado e enviado em missão

Dez anos após o encontro com São Padre Pio, Mezzadri se ordenou padre e foi enviado ao Brasil em 1972. Distante da Itália até hoje, vez ou outra viaja para o continente europeu com objetivo de visitar parentes e voltar a San Giovanni Rotondo como forma de agradecimento a São Pio, que, de acordo com ele, sempre esteve presente em sua caminhada sacerdotal.

“Eu, sobretudo ultimamente, estou sentindo a presença dele. Até pouco tempo atrás nunca tinha sentido o perfume, mas faz um pouco de tempo, senti o perfume como uma presença de Padre Pio, como se ele me dissesse: - Coragem, estou te ajudando.”

Uma trajetória que virou livro

A bela história chegou a ser narrada no livro que Mezzadri escreveu juntamente com o frei austríaco Karl Wagner (já falecido), intitulado "Padre Pio mudou nossas vidas". A venda da obra é revertida ao Seminário dos Missionários Xaverianos no Brasil.

O livro une a experiência que padre Mezzadri teve com Padre Pio e a história contada em um pequeno livreto da década de 60, em que o frei Karl Wagner conta a experiência por ter vivido nove meses com São Padre Pio de Pietrelcina. À época, após ter sido desenganado pelos médicos, o frei obteve uma cura pela intercessão de Padre Pio. 

Devido a sua experiência vocacional e sacerdotal, o Padre Mezzadri hoje aconselha os jovens que sentem algum um chamado ao sacerdócio que se permitam a fazer essa experiência num seminário. 

"Primeiro, procurar uma vida cristã. Viver em graça, se confessar e ira à missa, procurar rezar um pouco mais e pedir o dom do discernimento. E se aconselhar com um padre ou com um pessoa de confiança para poder discernir se é vocação ou se é, digamos, só um desejo ou uma fulga desse mundo. Procurar fazer uma experiência e não ficar com essa dúvida", destaca Mezzadri.

Os interessados em conhecer o trabalho dos Missionários Xaverianos podem acessar o site xaverianos.org.br. 

(PS/Diocese de Limeira)

(from Vatican Radio)
Sacerdote conta como Padre Pio o aconselhou a entrar no seminário 0   0   Imprimir 2017-07-06 Rádio Vaticana Limeira (SP) - Classificado pelo Papa Francisco como “modelo exemplar da misericórdia de Deus”, São Padre Pio foi responsável por uma mudança profunda na vida de muitas pessoas, incluindo a do padre italiano Giovanni Mezzadri.   A decisão De acordo com o sacerdote, foi a partir de uma experiência pessoal com Padre Pio que ele decidiu deixar o serviço militar da Aeronáutica Italiana e ingressar no Seminário dos Missionários Xaverianos. Era o ano de 1959 quando Mezzadri decidiu viajar de Parma, acompanhado de um primo, com destino a San Giovanni Rotondo. Segundo ele, o objetivo era encontrar-se com Padre Pio e pedir a ele que tirasse um possível desejo vocacional que estava mexendo com seus sentimentos havia algum tempo. O testemunho  "De manhã cedo, íamos à missa do Padre Pio até que chegasse o dia da confissão. Quando chegou a minha vez, confessei os meus pecados que tinha naquele tempo. 'Vou ver se ele tira essa coisa que me perturba', pensei. Então, disse a Padre Pio: - Às vezes me vem a tentação de entrar no seminário. Padre Pio me olhou, com aqueles olhos profundos, e com severidade falou: - Que tentação? Faz três anos que você está resistindo à graça de Deus. Naquele momento, eu vi como que uma luz que estava resistindo a um grande dom de Deus. Era festa de Nossa Senhora. Ao sair do confessionário, tinha uma praça grande. Eu sentia que deveria carregar o andor. Carreguei o andor um pouco de tempo e, depois de terminado, peguei o trem de volta junto com o meu primo, dei baixa na aeronáutica e entrei no ano seguinte Seminário dos Missionários Xaverianos em Nizza Monferrato”, conta Mezzadri. Ordenado e enviado em missão Dez anos após o encontro com São Padre Pio, Mezzadri se ordenou padre e foi enviado ao Brasil em 1972. Distante da Itália até hoje, vez ou outra viaja para o continente europeu com objetivo de visitar parentes e voltar a San Giovanni Rotondo como forma de agradecimento a São Pio, que, de acordo com ele, sempre esteve presente em sua caminhada sacerdotal. “Eu, sobretudo ultimamente, estou sentindo a presença dele. Até pouco tempo atrás nunca tinha sentido o perfume, mas faz um pouco de tempo, senti o perfume como uma presença de Padre Pio, como se ele me dissesse: - Coragem, estou te ajudando.” Uma trajetória que virou livro A bela história chegou a ser narrada no livro que Mezzadri escreveu juntamente com o frei austríaco Karl Wagner (já falecido), intitulado "Padre Pio mudou nossas vidas". A venda da obra é revertida ao Seminário dos Missionários Xaverianos no Brasil. O livro une a experiência que padre Mezzadri teve com Padre Pio e a história contada em um pequeno livreto da década de 60, em que o frei Karl Wagner conta a experiência por ter vivido nove meses com São Padre Pio de Pietrelcina. À época, após ter sido desenganado pelos médicos, o frei obteve uma cura pela intercessão de Padre Pio.  Devido a sua experiência vocacional e sacerdotal, o Padre Mezzadri hoje aconselha os jovens que sentem algum um chamado ao sacerdócio que se permitam a fazer essa experiência num seminário.  "Primeiro, procurar uma vida cristã. Viver em graça, se confessar e ira à missa, procurar rezar um pouco mais e pedir o dom do discernimento. E se aconselhar com um padre ou com um pessoa de confiança para poder discernir se é vocação ou se é, digamos, só um desejo ou uma fulga desse mundo. Procurar fazer uma experiência e não ficar com essa dúvida", destaca Mezzadri. Os interessados em conhecer o trabalho dos Missionários Xaverianos podem acessar o site xaverianos.org.br.  (PS/Diocese de Limeira) (from Vatican Radio)
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com