"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 13 de julho de 2017

O plástico nos rios é um dos maiores poluentes dos oceanos

 domtotal.com
Os rios lançam entre 1,15 e 2,41 milhões de toneladas de plásticos no mar por ano, o que equivale a cerca de 50 kg por segundo.
Lixo plástico acumulado no leito do Rio Ghadir, perto do Aeroporto Internacional de Beirute, 14 de janeiro de 2017.
Lixo plástico acumulado no leito do Rio Ghadir, perto do Aeroporto 
Internacional de Beirute, 14 de janeiro de 2017. (AFP).

Os resíduos plásticos jogados nos rios, sobretudo na Ásia, são uma das maiores fontes de poluição dos oceanos no mundo, segundo um estudo de pesquisadores holandeses publicado nesta semana.

Os rios lançam entre 1,15 e 2,41 milhões de toneladas de plásticos no mar por ano, o que equivale a cerca de 50 kg por segundo, disse na quinta-feira à AFP Jan van Ewijk, responsável de comunicação da Ocean Cleanup, uma fundação holandesa que desenvolve novas tecnologias para limpar os oceanos destes resíduos.

Dois terços desta poluição global vem dos 20 rios mais poluentes, segundo um estudo publicado na quarta-feira na revista Nature Communications.

E 86% destes resíduos plásticos provém de rios asiáticos, detalharam os pesquisadores da Ocean Cleanup.

Situado na China, o Yangtsé, um dos rios mais compridos do mundo, "é a zona hidrográfica que mais contribui" para a poluição oceânica mundial, despejando cerca de 330.000 toneladas de plástico no mar da China Oriental.

Em seguida estão o Ganges, na Índia, e os rios Xi, Dong e Zhu Jiang, na China, assim como o Brantas, o Solo, o Serayu e o Progo na Indonésia.

Isto "acentua a necessidade de concentrar os esforços de controle e de redução nos países da Ásia que têm um desenvolvimento econômico rápido e uma baixa gestão de resíduos", destacam os cientistas.

No entanto, "há muito poucos dados para documentar estas suposições e comprovar minuciosamente a validade do nosso modelo", alertaram.

"As concentrações relativamente elevadas de plástico encontradas na superfície do oceano Pacífico, onde podem se acumular plásticos flutuantes procedentes da Ásia, sugerem que nossas suposições são plausíveis", afirmaram.

Este estudo foi publicado após a abertura da primeira conferência sobre os oceanos das Nações Unidas.

Nesse encontro, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, descreveu de forma alarmista a situação dos oceanos, citando um estudo recente que mostra que o volume dos resíduos plásticos poderia ultrapassar o de peixes em 2050 se nenhuma medida for tomada.

A cada ano aparecem mais de oito milhões de toneladas de resíduos plásticos nos oceanos, causando danos aos ecossistemas marinhos calculados em oito bilhões de dólares.

Esses resíduos são a causa da morte de cerca de um milhão de aves marinhas, 100.000 mamíferos marinhos e de inúmeros peixes por ano.


AFP
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com