Igreja/Desporto: Natação desafia a uma nova «cultura da água»

Agência Ecclesia 24 de Junho de 2017, às 16:54   
Foto Lusa, Audiência do Papa Francisco à Federação Italiana de Natação     Foto Lusa, Audiência do Papa Francisco à Federação Italiana de Natação

Papa Francisco recebeu participantes de um troféu da Federação Italiana de Natação

Cidade do Vaticano, 24 jun 2017 (Ecclesia) – O Papa Francisco recebeu hoje em audiência os participantes no troféu “Sette Colli”, da Federação Italiana de Natação, e afirmou que é necessário promover uma “cultura da água diferente” e a “ter repugnância para com tudo o que polui”.

“No contacto com a água, aprendeis a ter repugnância para com tudo o que polui, no desporto e na vida”, sublinhou o Papa.

“Os vossos desafios, boiar, viver em contacto com a água possa ser também um contributo para uma cultura da água diferente: a água é vida, sem água não existe a vida”, acrescentou.

Para o Papa, “falar de vida é falar de Deus, origem e fonte da vida”, e falar também da vida cristã que “começa com o sinal da água, com o batismo”.

“A água em que nadais, mergulhais, jogais, boiais exige uma multiplicidade de atenções: o valor do corpo, que deve ser cuidado e não idolatrado; a necessidade da interioridade e  a procura de sentido  no que fazeis; a força e a coragem de resistência ao cansaço; a visão clara de que perspetiva procurar na vida e como atingi-la; o valor da autenticidade que quer dizer transparência, limpidez, pureza interior”, disse o Papa aos participantes.

PR

Comentários