"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Escuta o Espírito Santo quando fala contigo? Pergunta o Papa dias antes de Pentecostes

Por Álvaro de Juana

Papa durante a Missa. Foto: L'Osservatore Romano

VATICANO, 29 Mai. 17 / 09:45 am (ACI).- O Papa Francisco dedicou ao Espírito Santo a homilia da Missa na capela da Casa Santa Marta, convidou os presentes a ouvi-lo para saber o que é bom e o que é ruim.

Francisco comentou a primeira leitura do dia e recordou que na comunidade de Éfeso “havia pessoas boas, de fé”, mas não conheciam este dom do Espírito Santo.

“Eu sou capaz de ouvi-lo? Eu sou capaz de pedir inspiração antes de tomar uma decisão ou dizer uma palavra ou fazer algo? Ou o meu coração está tranquilo, sem emoções, um coração fixo?”, perguntou.

“Certos corações, se nós fizéssemos um eletrocardiograma espiritual, o resultado seria linear, sem emoções. Também nos Evangelhos há essas pessoas, pensemos nos doutores da lei: acreditavam em Deus, todos sabiam os mandamentos, mas o coração estava fechado, parado, não se deixavam inquietar”.


Nesse sentido, o Papa convidou a “deixar-se inquietar pelo Espírito Santo: ‘Eh, ouvi isso… Mas, padre, isso é sentimentalismo?’. Pode ser, mas não. Se você for pela estrada justa não é sentimentalismo. ‘Senti a vontade de fazer isso, de visitar aquele doente ou mudar de vida ou abandonar isso…’. Sentir e discernir: discernir o que sente o meu coração, porque o Espírito Santo é o mestre do discernimento”.

“Uma pessoa que não tem esses movimentos no coração, que não discerne o que acontece, é uma pessoa que tem uma fé fria, uma fé ideológica. A sua fé é uma ideologia”, acrescentou o Papa.

“Peço que me guie pelo caminho que devo escolher na minha vida e também todos os dias? Peço que me dê a graça de distinguir o bom do menos bom? Porque o bem do mal se distingue logo. Mas há aquele mal escondido, que é o menos bom, mas esconde o mal. Peço essa graça? Esta pergunta eu gostaria de semeá-la hoje no coração de vocês”, afirmou.

“Peçamos também nós esta graça de ouvir o que o Espírito diz à nossa Igreja, à nossa comunidade, à nossa paróquia, à nossa família e cada um de nós, a graça de aprender esta linguagem de ouvir o Espírito Santo”.

Leitura comentada pelo Papa:

Primeira leitura - At 19, 1-8

1Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: 2“Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?” Eles responderam: “Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo!”

3Então Paulo perguntou: “Que batismo vós recebestes?” Eles responderam: “O batismo de João”. 4Paulo disse-lhes: “João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. 5Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus.

6Paulo impôs-lhes as mãos e sobre eles desceu o Espírito Santo. Começaram então a falar em línguas e a profetizar. 7Ao todo, eram uns doze homens. 8Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda convicção, discutindo e procurando convencer os ouvintes sobre o reino de Deus.
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com