"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

terça-feira, 11 de abril de 2017

Semana Santa: «É preciso que a Páscoa não chegue só no calendário» - D. Manuel Clemente


Agência Ecclesia 10 de Abril de 2017, às 13:03
Foto Arlindo Homem, Sé de Lisboa
Foto Arlindo Homem, Sé de Lisboa
Cardeal-patriarca de Lisboa disse no Domingo de Ramos que os hossanas da atualidade devem corresponder «a mais disponibilidade» para reparar nos outros

Lisboa, 10 abr 2017 (Ecclesia) – O cardeal-patriarca afirmou este domingo, na Sé de Lisboa, que a Semana Santa não pode ser vivida com “sentimentos fugazes e distrações periféricas” e advertiu para o risco de a Páscoa chegar “só no calendário”.

“Não esvaziemos as palavras, nem desperdicemos o tempo. Não nos distraiamos de Deus, não nos distraiamos dos outros, nem, afinal, de nós. - É preciso que a Páscoa não chegue só no calendário!”, disse D. Manuel Clemente na homilia da Missa do Domingo de Ramos.

Para o cardeal-patriarca de Lisboa, esta semana é “para celebrar” e “para cumprir”, com hossanas a brotar “bem de dentro do coração convertido”.

“Dirijamo-los a Jesus que passa, tanto em si mesmo, constante 'Deus connosco', como naqueles que nos esperam, outros tantos apelos de Deus”, sublinhou D. Manuel Clemente.

“E quanto mais simples, comuns e correntes na circunstância dos dias que se seguem, mais se assemelharão a Jesus que prossegue, naquele jumentinho em que os seus pés tocavam certamente o chão. O chão de Jerusalém, o chão da nossa cidade agora”, acrescentou. 

O cardeal-patriarca de Lisboa disse que os hossanas da atualidade devem corresponder “a mais disponibilidade” para reparar nos outros e “mais cuidado em corresponder-lhes”.

“Sigamos com Jesus até ao Gólgota, mas como o Cireneu, e ainda mais como as santas mulheres, que não O deixaram até ao fim. Cada uma destas atitudes, nem por serem espiritualmente intensas, deixarão de ser eminentemente práticas, no que nos couber a cada um”, sublinhou D. Manuel Clemente.

A Igreja Católica iniciou com o Domingo de Ramos a Semana Santa, onde recorda os momentos centrais da vida de Jesus Cristo, vividos em celebrações únicas ao longo do Ano Litúrgico, e também em expressões públicas da Paixão de Jesus, em muitas localidades.

PR
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
'; (function() { var dsq = document.createElement('script'); dsq.type = 'text/javascript'; dsq.async = true; dsq.src = '//' + disqus_shortname + '.disqus.com/embed.js'; (document.getElementsByTagName('head')[0] || document.getElementsByTagName('body')[0]).appendChild(dsq); })();
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com