"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

sábado, 8 de abril de 2017

Europa: Bispos católicos lamentam «cultura de exclusão» que atinge as comunidades ciganas

Agência Ecclesia 07 de Abril de 2017, às 17:37        Foto: EUObserver

Foto: EUObserver
«Juntos temos de empenhar-nos na difícil tarefa da reconciliação», alertam aqueles responsáveis


St. Gallen, Suíça, 07 abr 2017 (Ecclesia) – Os bispos católicos da Europa comentaram hoje a situação das comunidades ciganas e de etnia “rom” no continente, e criticaram a cultura de “exclusão social” que tem sido imposta a estas pessoas.

“Séculos de anticiganismo fizeram com que estas pessoas vivam atualmente em condições inaceitáveis”, realçam os membros do Conselho das Conferências Episcopais Europeias (CCEE), numa mensagem inserida no Dia Internacional dos Ciganos (8 de abril).

Aqueles responsáveis recordam que “historicamente”, a comunidade cigana “tem sido frequentemente marginalizada e vítima de violência, escravatura e até genocídio”.

E que em pleno século XXI tem de lutar para ter acesso a educação, a habitação e emprego, a serviços sociais e a cuidados de saúde”.

“A eles são negados até os mais básicos direitos civis, como certificados de nascimento e respetivos direitos legais. Apesar de toda esta opressão, a comunidade cigana tem sobrevivido e preservado o seu modo de vida, as suas linguagens e tradições”, frisa a CCEE, que realça a necessidade urgente de uma mudança de paradigma.

“Juntos temos de afastar o pecado da discriminação e da perseguição, e empenharmo-nos na difícil tarefa da reconciliação”, pode ler-se.

Os bispos católicos adiantam que, segundo as últimas estatísticas, na Europa deverão viver atualmente “cerca de 10 a 12 milhões” de pessoas ciganas ou de etnia ‘rom’.

Uma “cultura” que “eleva os valores da família, num tempo marcado por um crescente individualismo”, apontam os membros do CCEE.

O Dia Internacional dos Roma/Ciganos (International Roma Day) procura dar visibilidade à presença das comunidades ciganas em todo o mundo.

Esta iniciativa foi instituída pela primeira vez em 1990, durante o 4.º Congresso Internacional dos Roma / Ciganos, que teve lugar em Serock, na Polónia.

A data de 8 de abril ficou estipulada a partir da memória do primeiro encontro daquele congresso, em 1971, um evento lançado com o contributo do Conselho Mundial das Igrejas.

JCP
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com