"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Como chegar à maturidade sexual no casamento?

  Canção Nova | Abr 19, 2017
Shutterstock-Lisa S.
A maturidade pessoal interfere na maturidade sexual

Para tentarmos entender um pouco sobre o tema, em primeiro lugar devemos compreender o que significa maturidade, para posteriormente buscarmos uma reflexão sobre a questão da maturidade sexual no casamento.

Segundo Maria Cristina Griffa e José Eduardo Moreno, no livro “Chaves para a psicologia do desenvolvimento”, o amadurecimento que envolve a personalidade só pode ser atingido na idade adulta. O ser humano, diferente do que acontece com os animais, não só vive, mas dirige sua vida, orienta-se para um determinado caminho.

–– ADVERTISEMENT ––

Ter maturidade pessoal não significa estar pronto, mas é buscar, é descobrir suas qualidades, é ter aceitação das limitações e possibilidades tanto externas quanto internas. É assumir responsabilidade, é estar disposto a cuidar e permitir ser cuidado, é ter compromisso consigo mesmo e com os demais, é ter autocontrole, é ser, de certa forma, independente, é analisar as escolhas porque elas têm consequências, é ter certo grau de autoconfiança, é buscar perdoar e ser perdoado, é ter outras características, e sobretudo, pensamentos e comportamentos que o faça viver de forma mais autêntica. É importante ressaltar que a maturidade pessoal interfere na maturidade sexual no casamento.

No que se refere à maturidade sexual no casamento, temos um caminho de amadurecimento que não ocorre de um dia para o outro, ele tem um processo, está presente em toda a nossa história. Nosso amadurecimento sexual inicia-se na concepção e caminha durante toda a nossa vida. Na adolescência, a manifestação da sexualidade acontece mais nitidamente e na vida adulta ela pode ser vivida de maneira mais madura, conforme veremos a seguir.

Todo o ser humano em um período denominado por “adolescência”, tem o seu impulso sexual voltado para todos os outros além dele, ou seja, para um outro diferente dele, no caso do homem voltado para as mulheres e para as mulheres voltadas para todos os homens e por isso ele e ela treinarão neste período a olharem para todos a sua volta. Este comportamento de olhar para todos é muito importante, é um elemento essencial neste período, pois somente através desta atitude a pessoa poderá um dia encontrar aquela ou no caso da mulher, aquele, que será de fato o escolhido. Portanto é nesta etapa da vida, que se inicia a integração da sexualidade com a afetividade no ser humano.

Após este processo de olhar e desejar a muitos, surge um novo tempo, justamente quando é encontrada aquela pessoa com a qual iremos nos casar. Neste momento, aquele treinamento da adolescência não se desfaz magicamente, agora inicia um novo treinamento, onde a pessoa deverá exercitar constantemente o olhar para uma única pessoa, aquela que foi escolhida para ser a esposa ou esposo. O desafio dos casados é manter o “olhar” para uma única pessoa, a pessoa amada que escolheu!

Segundo Victor Franckl, uma pessoa madura sexualmente é aquela que consegue canalizar o seu impulso sexual para uma única pessoa do sexo oposto. E diante deste novo treinamento, a pessoa irá amadurecendo, crescendo sexualmente no casamento.

O que significa impulso sexual?
Podemos dizer que o impulso sexual é uma energia, neste caso uma energia sexual direcionada para uma meta, uma finalidade. O impulso sexual está presente em todos os seres humanos, sendo estes alimentados pelas fantasias de conteúdos sexuais.

Portanto, ser sexualmente maduro é ser capaz de canalizar este desejo, impulso sexual, e consequentemente suas fantasias sexuais para a pessoa com a qual nos casamos. Mas manter o impulso, o desejo, as fantasias para o esposo ou esposa, não é como em um conto de fadas. Ele deve ser exercitado. Isto é, um treinamento!

Ao olhar para fora do casamento, para as outras pessoas que não deixaram de ser atrativas, o esposo ou a esposa não deverá manter-se fixo neste impulso para outros, mas, direcioná-lo novamente e constantemente para o cônjuge.

Não é uma tarefa fácil, e nem para ser realizada em um único dia. Ela deve ser treinada diariamente como exposto acima. O casamento é esta oportunidade que a vida nos dá para exercitarmos e atingirmos a maturidade sexual.

Como exercitar o impulso sexual para uma única pessoa?
Confira algumas dicas:

1. Reconhecer e trabalhar as tendências à traição advindas da história de vida.

2. Ressignificar através de um processo de cura as fantasias adquiridas ao longo da vida a partir da adolescência. Muitos utilizaram meios para produzirem fantasias, como vídeos e filmes pornográficos, imagens, etc. A partir do casamento nem todas as fantasias são possíveis. Muitas delas fazem com que os cônjugues não se sintam amados.

3. Olhar diariamente para a pessoa escolhida, buscando descobrir o que ela tem de atrativo sexualmente. Nenhuma pessoa precisa ter um corpo perfeito para ser desejada, os cônjuges devem acompanhar as transformações físicas que ocorrem com o tempo. Sempre existe algo atrativo.

4. Buscar a reconciliação: mágoa pode afastar os casais da vivencia sexual.

5. Buscar o enamoramento: os cônjuges devem promover o namoro, vivenciando o romantismo entre eles. A afetividade humaniza potencializa a sexualidade.

6. Diálogo sexual: é importante conversar sempre a respeito da sexualidade. Esta conversa deve ocorrer antes, durante e após o ato sexual. Dentro desta realidade do diálogo sexual surge uma questão: você conhece e respeita a história sexual do seu cônjuge?

Um casal maduro sexualmente não trata um ao outro como objeto de prazer, no qual somente um quer satisfazer as necessidades fisiológicas; não utiliza o outro como uma coisa, um objeto, sem respeitá-lo; não o obriga a certas práticas que o levam a uma percepção depreciativa de si. O casal sexualmente maduro não se masturba no outro! O casal sexualmente maduro é aquele que entende a sexualidade como um bem partilhado que faz com que ambos se sintam de fato um.


via Canção Nova 
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com