"Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como minha sombra" (Dom Helder Câmara).

quinta-feira, 16 de março de 2017

Chefe do Pentágono diz que mudanças climáticas ameaçam segurança

 domtotal.com
Em reservatório na California, a seca revelou um duto que deveria estar submerso.
Em reservatório na California, a seca revelou um duto que deveria estar submerso. (AFP)

Ao contrário de alguns membros do governo Trump, o secretário de Defesa, Jim Mattis, acredita que as mudanças climáticas são reais e que representam uma ameaça à segurança internacional, de acordo com uma reportagem da imprensa americana.

O site de jornalismo investigativo ProPublica publicou na terça-feira uma matéria que mostra trechos de depoimentos escritos que Mattis deu aos senadores após uma audiência de confirmação, em janeiro.

"As mudanças climáticas estão afetando a estabilidade em áreas do mundo onde nossas tropas estão operando hoje", escreveu Mattis.

"Os efeitos de um clima em mudança - como o aumento do acesso marítimo ao Ártico, o aumento do nível do mar, a desertificação, entre outros - afetam nossa situação de segurança", acrescentou.

A seca e a fome são fenômenos que impulsionam a instabilidade, e alguns dos países mais vulneráveis estão no Oriente Médio e na África subsaariana.

Mattis também disse, anteriormente, que as Forças Armadas precisam reduzir a dependência de combustíveis fósseis e considerar usar fontes alternativas de energia onde for possível, segundo o ProPublica.

Procurado pela AFP, o Pentágono não respondeu imediatamente a um pedido para comentar o assunto.

O presidente americano, Donald Trump, afirmou durante a campanha que as mudanças climáticas são um mito inventado pela China e disse que reverterá as regulamentações ambientais do país.

Mas ele também disse, depois, que mantém a "mente aberta" sobre esse assunto.

A agência Bloomberg informou nesta terça-feira que Trump assinará uma ordem executiva para limitar o papel que as mudanças climáticas desempenham nas decisões do governo - facilitando, por exemplo, a extração e a queima de carvão.

O diretor da Agência de Proteção Ambiental do governo Trump, Scott Pruitt, provocou indignação quando se opôs ao consenso científico ao afirmar que o aumento das emissões de gases de efeito estufa não era um fator determinante nas mudanças climáticas.

AFP
Compartilhe:

0 comentários:

Postar um comentário

Pe. Geovane Saraiva

Pe. Geovane Saraiva

POSTAGENS POPULARES

SIGA-ME

Siga por e-mail

Tecnologia do Blogger.
Copyright © F.G. Saraiva | Powered by Blogger
Design by SimpleWpThemes | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com