sábado, 31 de janeiro de 2015

Elvis Presley - Santa Lucia

Marcha na Espanha contra austeridade econômica

Movimento foi maior demonstração de apoio a partido anti-austeridade.

País está começando a sair de crise econômica de sete anos.

Da Reuters

Principal praça de Madri, na Espanha, foi tomada por manifestantes durante protesto contra austeridade fiscal (Foto: Andres Kudacki/AP)Principal praça de Madri, na Espanha, foi tomada por manifestantes durante protesto contra austeridade econômica (Foto: Andres Kudacki/AP)
Dezenas de milhares marcharam em Madri neste sábado, na maior demonstração de apoio ainda para o partido anti-austeridade Podemos, cuja popularidade e políticas têm levantado comparações com o partido Syriza, que acaba de vencer eleições na Grécia.
Pessoas gritavam "sim, nós podemos" e "tic tac tic tac", sugerindo o tempo está acabando para a elite política. Muitos agitavam bandeiras e banners gregos e republicanos lêem "a mudança é agora".
O Podemos foi formado há apenas um ano, mas produziu um grande choque ao ganhar cinco assentos nas eleições para o Parlamento Europeu, em maio. Atualmente está liderando as pesquisas de opinião na corrida para as eleições locais, regionais e nacionais neste ano.
A Espanha está saindo de uma crise econômica de sete anos como um dos países de mais rápido crescimento da zona do euro, mas a saída da recessão ainda tem de aliviar dificuldades para milhares de famílias, num país onde quase um em cada quatro trabalhadores está sem emprego.
O líder esquerdista grego Alexis Tsipras disse que cinco anos de austeridade "humilhação e sofrimento" impostos pelos credores internacionais acabaram, após seu partido Syriza vencer eleições antecipadas em 25 de janeiro.
Movimento 'Podemos' tomou as ruas da capital espanhola (Foto: Andres Kudacki/AP)Movimento 'Podemos' tomou as ruas da capital espanhola (Foto: Andres Kudacki/AP
)

Morre Carl Djerassi, um dos criadores da pílula anticoncepcional

Químico austríaco naturalizado americano morreu aos 91 anos de idade.

Djerassi conseguiu sintetizar hormônio que regula menstruação em 1951.

Da France Presse

Carl Dijerassi, um dos criadores da pílula, discursa em evento realizado em 2004 (Foto: Chemical Heritage Foundation)Carl Dijerassi, um dos criadores da pílula, discursa
em evento realizado em 2004
(Foto: Chemical Heritage Foundation)
O químico americano Carl Djerassi, um dos criadores da pílula anticoncepcional, morreu na sexta-feira à noite aos 91 anos, informou neste sábado em Viena Klaus Albrecht Schröder, diretor do museu de Albertina.
Carl Djerassi conseguiu sintetizar em 1951 o hormônio que regula os ciclos menstruais. A descoberta permitiu o desenvolvimento do primeiro contraceptivo oral, um projeto no qual colaboraram os farmacêuticos americanos Gregory Pincus e John Rock.
Além de sintetizar a progesterona, Djerassi também conseguiu criar em laboratórios a cortisona, outro hormônio utilizado em vários tratamentos médicos.
Djerassi, escritor e colecionador de arte, era proprietário da coleção privada mais importante do mundo do pintor alemão Paul Klee (1879-1940), que legou ao Museu de Arte Moderna de São Francisco e ao Museu de Albertina, que anunciou sua morte.
Carl Djerassi nasceu em Viena em 29 de outubro de 1923, filho de pai búlgaro e mãe austríaca. Foi perseguido pelos nazistas e buscou refúgio nos Estados Unidos
.

Estudante de 14 anos faz pré-matrícula para cursar medicina

José Victor Conseguiu na Justiça o direito de fazer prova de proficiência. 

Ele teve média final de 751,16 pontos no Enem e 960 na redação.

Do G1 SE

José Victor posa com aprovados em medicina  (Foto: Reprodução/TV Sergipe)José Victor posa com aprovados em medicina (Foto: Reprodução/TV Sergipe)
O estudante de Itabaiana José Victor Menezes Teles, de apenas 14 anos, fez a sua pré-matricula para o curso de medicina na Universidade Federal de Sergipe (UFS), na  manhã deste sábado (31), para ocupar a vaga conquistada após ser aprovado pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A seguna etapa da matrícula consiste na apresentação do candidato para a sua efetivação, o que será realizado na primeira semana de aula prevista para o dia 30 de março.
José Victor recebe trote e entra na brincadeira  (Foto: Reprodução/TV Sergipe)José Victor recebe trote e entra na brincadeira (Foto: Reprodução/TV Sergipe)
Na ocasião, ele foi recebido por outros alunos e entrou no clima de festa dos estudantes. “Nunca estive tão feliz na minha vida. Agora eu estou esperando a formatura. Eu sempre sonhei com isso aqui. Agora estou realizado”, disse Victor após fazer a primeira etapa da matrícula.

Sobre o fato de ter se tornado uma espécie de celebredidade após a exposião na mídia ele resume: "É tudo muito novo. Mas daqui a pouco me esquecem e volto a minha rotina normal. Até lá vou recebendo o carinho das pessoas que nem me conhecem e isso é bacana".
José Victor realiza sonho de ser aprovado para medicina na UFS (Foto: Reprodução/TV Sergipe)José Victor realiza sonho de ser aprovado para medicina na UFS (Foto: Reprodução/TV Sergipe)
Ele estava cursando o primeiro ano do ensino médio e não poderia cursar a faculdade – o Enem só dá certificação a alunos com mais de 18 anos. Porém, ele conseguiu na Justiça o direito de fazer uma prova de proficiência aplicada pela Secretaria de Estado da Educação (Seed) na quarta-feira (28), foi aprovado e recebeu o certificado de conclusão do ensino médio para poder fazer a matrícula na universidade.

O estudante cursava o primeiro ano do ensino médio na Escola Estadual Murilo Braga. Ele teve média final de 751,16 pontos no Enem e fez 960 pontos na prova de redação. Com o resultado, José Victor conquistou uma das 100 vagas para o curso de medicina da UFS – e ficou em 7º no grupo inscrito, de escolas públicas.
José Victor carrega documentos para pré-matricula (Foto: Reprodução/TV Sergipe)Estudante já com o rosto pintando após trote 
(Foto: Reprodução/TV Sergipe)
Preparação
José Victor fez o Enem no fim do ano passado e decidiu entrar na Justiça para ter o direito de usar o resultado para ingressar na universidade. O garoto diz que sempre quis ser médico e sabia que, para isso, teria que se esforçar.

Ele estudou assuntos que ainda não viu na escola para fazer o Enem, que tem conteúdos de todo o ensino médio. José Victor conta que passava uma média de 3 horas por dia resolvendo questões de provas anteriores do Enem.

“Passei o ano passado estudando para o Enem, além do conteúdo dado em sala de aula. Sem dúvida a técnica para estudar e armazenar o conhecimento foram decisivas para o meu desempenho. É preciso saber organizar o tempo e também se preparar para saber como será a prova no dia”, afirma.
Registro da pré-matrícula na UFS (Foto: Reprodução/TV Sergipe)Registro da pré-matrícula na UFS
(Foto: Reprodução/TV Sergipe)
A disciplina e o interesse pelo conhecimento surgiu em casa com o incentivo dos pais, que são professores da rede estadual de português e inglês. Eles ajudaram José Victor a se organizar.
“Procurei vídeo-aulas na internet, livros complementares e fui a algumas aulas do curso pré-vestibular da Secretaria de Estado da Educação (Seed) por fora, mesmo sem estar matriculado, como aluno assistente”, diz. Também no ano passado, o estudante foi medalhista na Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas (Obemep)
.

Escola reforça laços com OAB e MP

Encontro foi realizado na última semana, em Brasília, e contou com a presença de autoridades.

A professora Beatriz Souza Costa, pró-reitora de pesquisa da Dom Helder Câmara, participou de confraternização do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O encontro foi realizado na última semana, em Brasília, e contou com a presença de Esdras Dantas, advogado, professor e conselheiro do CNMP; Jarbas Soares Júnior, procurador do Ministério Público e também conselheiro do CNMP; e do professor Marcus Vinícius Furtado Coêlho, presidente do Conselho Federal da OAB; entre outras autoridades.

Na ocasião, Beatriz presenteou os convidados com as mais recentes edições da revista Veredas, produzida pelo programa de pós-graduação da Escola. A publicação possui classificação ‘Qualis B1’ e está entre as mais renomadas do país.

Beatriz comentou também as recentes conquistas obtidas pela instituição, como a nota máxima na última Avaliação Institucional realizada pelo Ministério da Educação (MEC) e o número recorde de inscritos para o vestibular 2015. “O encontro fortaleceu a relação de troca e parceria há muito estabelecida pela Dom Helder Câmara, o Conselho Federal da OAB e o Ministério Público”, avaliou Beatriz.
Redação Dom Total

Acidente doméstico: uma das principais causas de morte

Aprenda o que fazer em situações de emergência para preservar a vida dos pequenos.

São Paulo, janeiro de 2015 - Estar em casa não é sinônimo de estar seguro. Quando se trata do cuidado com uma criança, uma pequena distração pode ser fatal. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o acidente doméstico é uma das principais causas de morte entre as crianças de até nove anos. Nessa faixa etária, os maiores riscos à vida são afogamentos, quedas, queimaduras e intoxicações.

De acordo com o pediatra da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Marco Aurélio Gil de Oliveira, esses acidentes acontecem com as crianças porque a experimentação faz parte do processo de desenvolvimento. "O problema é que as crianças ainda não têm reflexo, equilíbrio e noção de perigo e acabam colocando a própria vida em risco", alerta.

Em caso de acidentes, o socorro imediato é fundamental para a preservação da vida. "Primeiramente, é preciso manter a calma. Na sequência, deve-se avaliar a gravidade do caso. Os pais têm que analisar se a criança está acordada, se não está acordada, mas respira, se a lesão sofrida é grande e se a criança está bem, mas pode piorar", ensina.

A partir disso, é preciso ter um cuidado específico para cada caso. Abaixo, o especialista orienta o que fazer e o que não fazer, nas principais situações de emergência:

Trauma de cabeça

O que fazer: Se a criança ficar desacordada, ligue imediatamente para um serviço móvel de urgência. Se não houver perda da consciência, verifique se a criança vai vomitar mais de uma vez, se uma pupila está mais dilatada do que a outra, se está com dor de cabeça aguda, se começa a agir de maneira diferente, se está confusa ou se não está enxergando bem. Caso algum desses sintomas esteja presente, leve-a ao pronto-socorro infantil (PSI) para realização de exames detalhados.

O que não fazer: Se houver afundamento do crânio ou suspeita de trauma no pescoço, não mexa na criança, aguarde a chegada da ambulância. A manipulação da vítima por pessoas despreparadas pode agravar o caso.

Queimadura

O que fazer: Lave o local com água fria. Verifique o local afetado, o grau da queimadura e a extensão. Mesmo que a quei madura seja de primeiro grau, a criança deve ser levada ao PSI se a lesão for extensa ou se atingir face, genitais, couro cabeludo ou dobras do corpo, como cotovelos e joelhos. 

O que não fazer: Nunca coloque gelo na queimadura ou estoure a bolha. O gelo pode agravar a lesão e, ao estourar a bolha, corre-se o risco de infecção.

Engasgo

O que fazer: Se a criança estiver engasgada, mas respirando, é melhor leva-la ao pronto-socorro infantil para que seja prestado o devido atendimento médico. Caso contrário, ligue para um serviço móvel de urgência. Apenas pais treinados devem fazer manobras de primeiros socorros.

O que não fazer: Se o objeto engolido pela criança não estiver visível ou fácil de retirar, não tente faze-lo. Se o procedimento não for realizado adequadamente, o objeto será empurrado mais para dentro da garganta da criança, aumentando a dificuldade de ser retirado. Beber água também está proibido pelo mesmo motivo.

Afogamento

O que fazer: Se a criança estiver respirando, leve-a ao PSI. Caso contrário, peça ajuda de um socorrista capacitado a realizar os primeiros socorros.

O que não fazer: Não provoque vômito ou tente tirar água do pulmão da criança. Manobras de ressuscitação desempenhadas inadequadamente podem agravar o quadro.

Intoxicação

O que fazer: Leve a criança imediatamente ao PSI, junto com informações sobre o produto ingerido (rótulo, bula).

O que não fazer: Não provoque o vômito. Em alguns casos, o vômito pode ser prejudicial. Apenas um médico poderá avaliar a melhor conduta para desintoxicação.

Corte

O que fazer: Antes de iniciar o curativo, o socorrista deve lavar as próprias mãos com água e sabão. Apenas com as mãos limpas, ele deve pegar os curativos e iniciar o cuidado. Se verificar que o corte está sangrando muito ou que as bordas estão muito afastadas, é preciso levar a criança ao pronto-socorro infantil para fazer uma sutura no local. É importante que as vacinas estejam em dia para evitar contaminação por tétano!

O que não fazer: Nunca aplique álcool ou pomadas no local do ferimento, não assopre o corte para não contaminar a região com os germes presentes na boca e não utilize algodão para estancar o sangue, pois as fibras grudarão na ferida, dificultando a remoção.

Fratura e torção

O que fazer: Os pais podem dar um analgésico para a criança e imobilizar o membro na posição mais confortável para ela, mas é preciso leva-la ao PSI para que sejam realizados os devidos exames.

O que não fazer: Não faça testes com o membro acidentado para saber se dói mais ou menos em determinada posição. A movimentação pode agravar a lesão.

Choque elétrico

O que fazer: Desligue a chave de força e desconecte a criança da fonte de energia com material isolante, como um cabo de madeira. Se estiver respirando, leve-a imediatamente ao PSI. Caso contrário, acione um serviço móvel de urgência. Uma descarga elétrica pode desencadear arritmia cardíaca e danos nos rins.

O que não fazer: Nunca tente salvar a criança sem os devidos cuidados. Ao tocar uma pessoa que está sofrendo uma descarga elétrica, a energia pode ser transmitida e fazer com que o socorrista também seja eletrocutado.
Ketchum Agência de Comunicação

Carros elétricos com alugueis dobráveis

O carro chega à 70 km/h e não é poluente como o convencional, movido a combustíveis fósseis.

Em novembro de 2014 Recife anunciou o primeiro sistema de compartilhamento de carros elétricos do Brasil, que opera desde dezembro. Agora, a boa notícia vem de Porto Alegre: a capital gaúcha contará com um serviço semelhante, ainda em fase de testes, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Similar ao Bike Poa, o projeto Sivi (Sistema Veicular Inteligente) vai beneficiar primeiro a comunidade universitária, uma vez que as duas primeiras estações, cada uma com um carro, ficarão nos campi Centro e do Vale. A tarifa será de R$ 24. O carro elétrico chega à 70 km/h e não é poluente como o convencional, movido a combustíveis fósseis, é isento de IPVA e roda a cerca de R$ 0,10 por quilômetro.

Modelo permite ao usuário pegar o carro em vagas ou garagens espalhadas pela cidade e devolvê-lo, depois, em um período determinado.
Criado por estudantes da pós-graduação, que montaram a startup MVM Technologies, o sistema poderá chegar em toda a capital. “Temos um planejamento para segunda etapa, tornando possível um serviço de escala, em Porto Alegre. Fora disso, a expansão para região metropolitana, o que é possível , temos que ver um prazo mais longo”, explicou o diretor executivo da empresa, Lucas de Paris, ao site Conecte.

O modelo, já implantado nos Estados Unidos, China e Europa, permite ao usuário pegar o carro em vagas ou garagens espalhadas pela cidade e devolvê-lo, depois, em um período determinado. Outra cidade brasileira que deve implantar o sistema ainda em 2015 é o Rio de Janeiro. Será que este será, enfim, o ano dos carros elétricos aqui no Brasil?
Eco Desenvolvimento

INPE registra 98 mortes por raios em 2014

A maior parte das mortes por raios aconteceu em São Paulo, com 17 casos

Os números de São Paulo se destacam pelas duas mortes
O número de pessoas mortas por raios no Brasil chegou a 98 em 2014, uma a menos do que o registrado em 2013, de acordo com levantamento do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), baseado em informações da imprensa, da Defesa Civil e do Ministério da Saúde.

A maior parte das mortes por raios aconteceu em São Paulo, com 17 casos, seguido de perto pelo estado do Maranhão, com 16 registros de mortes. Depois vêm Piauí, com sete casos,  Amazonas e Pará, com seis mortes, cada. Os números de São Paulo se destacam pelas duas mortes que ocorreram no segundo semestre de 2014: Em 7 de novembro morreram três moradores de rua, atingidos simultaneamente por um raio; e em 29 de dezembro quatro banhistas receberam descarga atmosférica em Praia Grande, no litoral.

As cidades que tiveram maior número de vítimas em 2014 foram: São Paulo, com cinco vítimas; Praia Grande (SP), quatro vítimas; Pauini (AM), Wanderley (BA) e Igarapé Grande (MA) com duas vítimas, cada. Entre as vítimas, 56% viviam na zona rural.
Agência Brasil

Vaticano divulga composição da próxima assembleia do Sínodo dos Bispos

Agência Ecclesia
...

Entre 4 e 25 de outubro a Igreja Católica vai continuar a abordar os desafios relacionados com a família


Cidade do Vaticano, 31 jan 2015 (Ecclesia) – O Vaticano divulgou hoje a lista dos membros das conferências episcopais que vão integrar a próxima assembleia do Sínodo dos Bispos, entre 4 e 25 de outubro, onde continuará a ser debatido o tema da Família.
De acordo com a sala de imprensa da Santa Sé, o Papa Francisco elegeu para a composição desta assembleia-geral ordinária do Sínodo 46 bispos dos cinco continentes.
Numa lista sem responsáveis portugueses, destaque para a presença de prelados do Burundi, da Etiópia e Eritreia, do Gana e do Quénia, de Madagáscar e do Ruanda, isto do lado africano; do Paquistão e Vietname, da região asiática; e da Austrália e Nova Zelândia em representação da Oceânia.
Da Europa foram escolhidos representantes de países como a Albânia, Bósnia e Lituânia e do continente americano realça para a participação de membros das conferências episcopais de Cuba, do Chile, do Equador e das Honduras.
A composição da próxima assembleia do Sínodo dos Bispos, que terá como tema “A vocação e a missão da família na Igreja, no mundo contemporâneo”, segue a linha de descentralização que o Papa Francisco tem procurado implementar dentro da Igreja Católica.
Presentes estarão também bispos dos Estados Unidos, do México, da Argentina, do Uruguai, da Áustria, França, Espanha, Grécia e Países Baixos.
O comunicado do Vaticano contempla ainda um conjunto de representantes “substitutos”, de cada conferência episcopal apontada, que avançarão para os trabalhos caso os membros escolhidos tenham algum tipo de impedimento.
No texto preparatório da próxima assembleia do Sínodo dos Bispos, o Vaticano salienta a importância de “discernir os caminhos para renovar a Igreja e a sociedade no seu compromisso pela família fundada sobre o matrimónio”, a “união indissolúvel entre o homem e a mulher”.
Já foi enviado às conferências episcopais de cada país um conjunto de propostas para reflexão, cujas respostas deverão ser remetidas até ao próximo dia 15 de Abril.
JCP 

As relações entre Cuba e FMI

Se unir ao FMI também não seria fácil.

Raul Castro fala ao Parlamento de Havana, no dia 20 de dezembro de 2014
Até onde irá a abertura de Cuba? Depois de ter retomado o diálogo com os Estados Unidos, a ilha comunista pode, no futuro, romper seu isolamento econômico, aproximando-se de antigos inimigos, como o Fundo Monetário Internacional (FMI).
O FMI continua sem despertar uma boa impressão em Havana, assim como em outras capitais na América do Sul, como Caracas e La Paz, que acusam a instituição financeira de estar no comando do neoliberalismo econômico.
O ex-líder cubano Fidel Castro nunca deixou escapar uma oportunidade de atacar a entidade que considerava "sinistra", a ponto de ter chegado a sugerir sua "demolição" no início da década de 2000.
Cuba foi um dos membros fundadores do FMI em 1944, mas em 1964 se transformou no primeiro país a deixar a instituição, gesto que repetiu com o Banco Mundial.
O resultado é que Cuba faz parte do escasso grupo de países (junto com Coreia do Norte e Liechtenstein) que estão fora do circuito das duas instituições que constituem o centro do sistema financeiro internacional.
Obstáculos
Mas os tempos mudaram. O "comandante-chefe" deixou o poder, sendo substituído por seu irmão Raúl Castro.
Com isso e com o esforço do presidente americano, Barack Obama, abriu-se um canal de diálogo entre Havana e Washington. E uma nova geração de dirigentes cubanos parecem menos hostis em relação às duas instituições financeiras, de acordo com especialistas.
"Os cubanos mais jovens estão mais abertos à participação na economia global, inclusive querem fazê-lo, mas isso implica relações normais com as maiores agências internacionais, incluindo o FMI e o Banco Mundial", disse Richard Feinberg, que foi assessor do ex-presidente Bill Clinton (1993-2001) para a América Latina.
A economia cubana é prejudicada pelo embargo americano desde 1962, e se unir a essas instituições pode atrair investimentos estrangeiros, para tirar proveito da abertura ao turismo americano e de outros estrangeiros a sacar setores antes bloqueados.
"Pode ser uma coisa muito boa para Cuba", disse Terry Maris, ex-diretor-executivo do Centro de Estudos de Economia Cubana, da Ohio Northern University.
"Agora não há infraestrutura suficiente, que bilhões de dólares que não devem aparecer do dia para a noite. Cuba terá que ser estável para atrair investimentos estrangeiros", avaliou.
Um longo caminho
A economia cubana teve em 2014 uma expansão de apenas 1,3%, o menor crescimento desde a chegada de Raúl Castro ao poder em 2006. Mas segundo a ONU seus indicadores sociais (educação e saúde) são muito elevados.
Se unir ao FMI também não seria fácil. Cuba teria que presentar um pedido formal de adesão, fazer aportes à instituição e aceitar as obrigações dos Estados-membros", disse à AFP um porta-voz da instituição financeira.
Isso significa que Havana deve aceitar abrir sua economia e se submeter às avaliações anuais do Fundo. Até o momento, Cuba não manifestou interesse nesse sentido.
"A questão é: eles estão prontos para respeitar as regras do jogo, tornar sua economia mais transparente e aceitar a cooperação com outros países?", disse Carl Meacham, diretor do Departamento de América no Centro de Estudos Estratégicos Internacionais (CSIS) em Washington.
A posição dos Estados Unidos será crucial, já que o país tem o direito de veto e é o maior acionista do FMI. Até o momento, o Departamento de Estado se nega a "especular" sobre a possibilidade de que Cuba solicite sua entrada na entidade.
Para Juan Triana, professor da universidade de Havana, "o caminho será longo" e o embargo e a decisão americana de manter Cuba na lista de países que patrocinam o terrorismo constituem "obstáculos" que impedirão que o FMI e o Banco Mundial "façam algo" pela ilha.
AFP

Como manter o sono em dia

Especialista dá dicas essenciais para boas noites de sono.


O verão tem tudo a ver com férias, dias claros, ensolarados e temperaturas elevadas. Por isso, a estação é perfeita para quem deseja viajar e aproveitar as delícias da estação. No entanto, quando anoitece e chega o momento de descansar, muitos indivíduos sentem-se incomodados e não conseguem atingir os níveis mais profundos do sono, já que costumam acordar várias vezes durante a madrugada ou sofrem com dificuldades para adormecer. E o resultado no dia seguinte é a indisposição, irritabilidade, fadiga, stress, dentre outros.
 
Para quem busca uma boa noite de sono no verão, a adoção de alguns hábitos simples são fundamentais. Segundo a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, manter o ambiente arejado, usar roupas leves, manter a postura correta ao dormir, e utilizar equipamentos que deixem a temperatura agradável, como por exemplo, ventiladores e ar-condicionado, ajudam o indivíduo a ter um descanso de qualidade.
 
A especialista dá agora algumas dicas essenciais para as noites quentes do verão:

- Vá para a cama com roupas leves;

- Prefira os lençóis de algodão e linho, àqueles sintéticos, pois esquentam menos;

- Não deixe o quarto totalmente fechado. Uma brecha na janela já é o suficiente para fazer o ar circular;

- O ventilador pode permanecer ligado, desde que não fique muito próximo ao corpo;

- O ar condicionado deve estar com o filtro limpo e precisa ficar ligado em temperatura agradável, em torno de 24 graus. Como ele resseca o ar, pode ser utilizado um balde de água para umidificar o ambiente;

- Utilize travesseiros adequados ao seu biótipo e gosto pessoal. 

- À noite, faça refeições leves e evite a ingestão de bebidas que funcionem como estimulantes, dentre elas, refrigerantes a base de cola, chás e café.
Natalia Galluzzi Assessoria de Imprensa

Desnutrição ameaça de morte 38 mil crianças

No entanto, o número total de afetados registrou uma queda de 29% em relação à última estimativa.

Mais de 38.000 crianças somalis correm o risco de morrer de fome.
Mais de 38.000 crianças somalis correm o risco de morrer de fome, apesar de uma melhoria na situação nutricional no país, indicaram especialistas das Nações Unidas em Nairóbi.
A Somália é um país africano devastado pela guerra e que há três anos sofreu com uma violenta seca.
Mais de 731.000 pessoas, entre elas 203.000 crianças gravemente desnutridas, sofrem uma grave insegurança alimentar, de acordo com o relatório conjunto publicado pela Unidade de Análises da Segurança Alimentar e Nutrição (FSNAU) e a Rede de Sistemas de Alerta Tempranac contra a Fome (FEWS NET), organismo financiado pelos Estados Unidos.
"Calcula-se que 202.600 crianças menores de cinco anos sofrem de desnutrição aguda, incluindo 38.200 que estão gravemente desnutridos e enfrentam um alto risco de mortalidade", afirma o estudo.
No entanto, o número total de afetados registrou uma queda de 29% em relação à última estimativa, devido às chuvas registradas no final de 2014, o que beneficiou a agricultura.
"A perspectiva para 2015 é preocupante", afirmou o chefe da ajuda da ONU para a Somália, Philippe Lazzarini.
Em 2011, uma fome devastadora causou a morte de 250.000 pessoas, das quais a metade era de crianças.
AFP

Primeira noite do Planeta reúne 40 mil em mais de 10 horas de música

Festa segue até sábado (31) e tem mais de 50 atrações em quatro palcos.

Ivete Sangalo, Gigantes do Samba, Jota Quest estiveram no evento.

Do G1 RS, em Xangri-lá

Ultramen Comunidade Nin Jit Su Planeta Atlântida 2015 (Foto: Emmanuel Denaui/Agência Preview)Parceria entre Ultramen e Comunidade Nin-Jitsu encenrrou a primeira noite (Foto: Emmanuel Denaui/Agência Preview)
Marcado pela diversidade, o Planeta Atlântida 2015 começou nesta sexta-feira (30), no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Depois de mais de 10 horas de música, a festa foi encerrada perto das 5h. Neste sábado (31), ocorre mais uma maratona de shows.
Após a tradicional abertura com o Hino do Rio Grande do Sul, executado por Neto Fagundes, foi a vez da banda Malta subir ao palco para animar o público, ainda com o sol brilhando. A noite teve outras atrações como Armandinho, Jota Quest, Sublime with Rome, Ivete Sangalo, Gigantes do Samba e a parceria com Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen, no encerramento.
O festival reúne mais de 50 atrações em dois dias de shows e quatro palcos. Assista ao vivo aos shows no site oficial do evento e acompanhe a cobertura em tempo real.
Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen
Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen fecharam primeira noite do Planeta Atlântida (Foto: Vinicius Costa/Agência Preview)Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen fecharam
1ª  noite (Foto: Vinicius Costa/Agência Preview)
A primeira noite terminou com a parceria de duas bandas gaúchas.  Mais do que um show, Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen pareciam estar se divertindo no palco. E, ainda que o relógio marcasse por volta de 4h, o público demonstrou animação ao ouvir a mistura de rock, reggae e rap proporcionada pelas atrações.
A apresentação começou com "Merda de Bar", cantada por Mano Changes. O público acompanhou a letra e pulou durante todo o refrão. Em seguida, foi a vez do vocalista da Ultramen, Tonho Crocco, soltar a voz com "Tubarãozinho". O show alternou momentos de protagonismo das duas bandas.
Mano Changes animou ainda mais a plateia ao cantar "Cowboy" e "LSD", duas canções conhecidíssimas do público gaúcho, além de "Casa do Sol", hit lançado em 2010. O Ultramen não deixou por menos. Tocou as favoritas dos fãs, como “Grama Verde” e “Dívida”. "Detetive" e "Ah, eu tô sem erva", finalizaram a noite com muito barulho, quando o relogio já marcava quase 5h.

Gigantes do Samba
Alexandre Pires (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)Alexandre Pires cantou sucessos do SPC
(Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)
Depois de passar pelos gêneros reggae, pop rock e axé, foi a vez do pagode tomar conta do Palco Central. Só Pra Contrariar e Raça Negra se apresentaram juntos no festival com o show Gigantes do Samba. Tocando alguns dos maiores sucessos dos dois grupos, os músicos animaram o público e colocaram todo mundo para dançar juntinho sob a garoa que começou a cair em Xangri-Lá.
O show começou à 1h50 com a música "Cheia de Manias" e seguiu com canções como "Deus Me Livre", "Maravilha" e "Que Se Chama Amor", cantanda em coro pelas cerca de 40 mil pessoas que curtiram a apresentação comandada por Alexandre Pires e Luiz Carlos. Sucessos como "Vida Cigana", "Jeito Felino" e "Tá Por Fora" também estavam no set list do show.
Tocando cavaquinho, o vocalista do SPC cantou a música "Domingo". Na sequência, foi a vez de "Jeito de Ser", "Gosto Tanto de Você" e "Mineirinho". O show contou ainda com uma versão de samba para a música "Será", da banda Legião Urbana, cantada com a ajuda dos planetários. Para encerrar o show, as bandas tocaram "É Tarde Demais" e "Essa Tal Liberdade", cantadas em coro pela plateia.

Ivete Sangalo
Ivete Sangalo nova (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)Ivete Sangalo anima o público no Planeta
(Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)
Mal subiu ao Palco Central do Planeta Atlântida 2015, a cantora Ivete Sangalo já fez o público de 40 mil pessoas tirar o pé do chão com a música "Tempo de Alegria", que abriu o show da baiana na primeira noite do festival. Com muito carisma, ela animou os fãs com uma série de hits que incluiu "Acelera Aê", "Festa" e "Sorte Grande".
Interagindo o tempo todo com o público com a intimidade de quem participa pela décima vez do festival, a cantora se declarou para os gaúchos e dedicou o show ao lutador Anderson Silva, que retorna ao octógono na tarde deste sábado (31).
Na sequência, Ivete emendou os hits "Pra Frente" e "Levada Louca", e sensualizou com a música "Dançando", arrancando aplaudos dos fãs, que jogaram para o palco uma bandeira do Rio Grande do Sul. Enrolada na bandeira, Ivete cantou uma versão de axé para a música regionalista "É Disso que o Velho Gosta", que emendou com o sucesso "Chupa Toda".
O show teve ainda participação da banda gaúcha Melody, que participou do reality show musical SuperStar, da Rede Globo, no ano passado. Junto com a cantora, o sexteto cantou o sucesso "Eva". Para encerrar a festa, Ivete cantou "Cadê Dalila", "Bota Pra Ferver", "Empurra, Empurra" e "Arerê".

Sublime with Rome
Sublime with Rome Planeta Atlântida palco (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)Sublime with Rome mostrou seu reggae fusion no
palco (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)
Depois de três atrações nacionais, foi a vez da banda Sublime wth Rome dar início aos shows internacionais do Planeta Atlântida 2015. O grupo, uma parceria entre o baixista Eric Wilson, da formação original da banda Sublime, e o vocalista e guitarrista Rome Ramirez, subiu ao Palco Central às 22h30 e abriu o show com "Date Rape".
Na sequência, foi a vez da banda tocas ar músicas "Garden Grove", "Smoke Two Joints" e "Doin' Time" e colocar todo mundo para dançar ao som do seu reggae fusion. "É nossa primeira vez neste festival, muito obrigada por esta noite", agradeceu o vocalista. O set list teve ainda o cover da banda Bad Religion, "We're Only Gonna Die".
O público curtiu ainda as músicas "Wrong Way", "Lovers Rock", "Scarlet Begonias", entre outras. Os hits ficaram para o final, com "Bad Fish", "What I Got" e "Santeria", uma das faixas de maior sucesso do Sublime e que foi cantada pelas milhares de pessoas que acompanharam o show. "Nós amamos muito vocês, muito obrigado', disse Rome ao se despedir do público.

 

Jota Quest
Jota Quest Rogério Flausino Planeta Atlântida (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)À frente do Jota Quest, Rogério Flausino animou o
público (Foto: Jefferson Bernardes/Agência Preview)
Os mineiros do Jota Quest subiram ao Palco Central do Planeta Atlântida às 21h desta sexta-feira (30) para levantar o público com um show agitado e repleto de hits. Rogério Flausino e banda começaram a apresentação com "Mandou Bem" e "Na Moral". Em seguida, a banda tocou "Tempos Modernos", de Lulu Santos, e as faixas "Mais Uma Vez" e "Encontrar Alguém".
Além de grandes sucessos dos mais de 20 anos de carreira, a banda também tocou diversas canções do disco mais recente, "Funky Funky Boom Boom", como "Waiting for You" e "Reggae Town", novo single do grupo. "Além do Horizonte" entrou no set list para tirar o pé do chão das milhares de pessoas que acompanharam o show na primeira noite do festival.
Em um momento romântico do show, a banda tocou "Só Hoje" e celebrou os casais formados ao longo das 20 edições do Planeta Atlântida. "Depois de 20 anos, temos muitos casais que se conheceram aqui no Planeta Atlântida. Aliás, certamente tem meninos de 20 anos aqui que nasceram com influência dessas noites mal-dormidas de Planeta", brincou o cantor.
"Sempre Assim" e "Do Seu Lado" encerraram o show às 22h05, sob aplausos entusiasmados do público. "Vamos em paz Rio Grande do Sul, muito obrigado", disse o vocalista ao se despedir.

Armandinho
Armandinho anima a galera no Palco Central do Planeta (Foto: Agência Preview/Divulgação)Armandinho anima a galera no Palco Central do
Planeta (Foto: Agência Preview/Divulgação)
Em clima de beira de praia, o cantor Armandinho foi a segunda atração a subir ao Palco Central do Planeta Atlântida 2015, por volta das 19h30 desta sexta-feira (30). O show do cantor, que já é presença confirmada no festival, contou com uma série de hits de sua carreira, homenagem ao surfista Ricardinho e uma declaração de amor a sua esposa, Nadja Vendruscollo, com direito a beijo na boca no palco.
Em seguida, Armandinho tocou "Rosa Norte" e dedicou a canção ao surfista Ricardo dos Santos, que morreu na última semana após ter sido baleado por um policial em frente à casa da família na Guarda do Embaú, em Palhoça, Santa Catarina. A apresentação seguiu com "Desejos do Mar", "Reggae das Tramanda", "Amor de Primavera", "Starfix", "Pescador"
Em coro, o público acompanhou Armandinho nas faixas românticas "Eu Juro" e "Ursinho de Dormir", emocionando o cantor. Na sequência, o regueiro tocou "Lua Cheia" (veja no vídeo ao lado), "Analua", "Desenho de Deus" e "Toca Uma Regueira Aí". No encerramento do show, por volta das, 20h30, Armandinho abriu o coração para os fãs, falou sobre o fim de seu casamento, o vício em álcool e a reconciliação com a esposa, Nadja Vendruscollo, que subiu ao palco e beijou o cantor durante a canção "Sol Loiro", composta em sua homenagem.

Banda Malta
Banda Malta é a primeira a se apresentar no Planeta Atlântida 2015 (Foto: Agência Preview/Divulgação)Banda Malta é a primeira a se apresentar
(Foto: Agência Preview/Divulgação)
Sob aplausos de um público empolgado no primeiro dia de shows do Planeta Atlântida, a banda paulistana Malta subiu ao palco do festival pouco depois das 18h desta sexta-feira (30). Muito aplaudido pelo público, o grupo abriu a apresentação com "Entre Nós Dois". Com uma mescla de rock e romantismo, eles mostraram por que foram os vencedores do reality show SuperStar, da TV Globo.
O principal momento do show foi durante a performance de “Diz pra Mim”, música que está na trilha sonora da novela “Alto Astral” da Rede Globo como tema do casal Caíque a Laura. O vocalista Bruno Boncini iniciou a canção dedilhando as notas no violão. E o público aprovou. Com as mãos para cima, os milhares de presentes entoaram o refrão, que estava na ponta da língua (veja no vídeo abaixo).
Em seguida, o vocalista fez uma homenagem à banda Capital Inicial, chamando a plateia para cantar junto a canção “À sua maneira”. Prestes a acabar, os músicos arriscaram um cover de Queen, convocando as palmas da plateia com "We will rock you". O encerramento foi com a canção Supernova, que dá nome ao álbum de estreia da banda.

Planeta Atlântida tem mais de 50 atrações
A maratona é realizada na sede campestre da Sociedade Amigos do Balneário Atlântida (Saba), na Praia de Atlântida. Ao todo, são mais de 50 atrações divididas em quatro palcos: Central, Pretinho, Camarote e E-Planet, a tenda dedicada exclusivamente à música eletrônica. No segundo dia de festival, a line-up principal conta com outros dois nomes da música internacional: a cantora estadunidense Kesha e o duo indie americano Capital Cities. Além deles, na segunda noite sobem ao Palco Central os artistas nacionais Skank, Gusttavo Lima, Natiruts, CPM 22, Ultramen e Comunidade Nin-Jitsu.
Confira os próximos shows por palco e horários:
Sexta-feira, 30 de janeiro
 
  •  
Comunidade Nin-Jitsu PEQUENA (Foto: Divulgação)
03:00 - Comunidade Nin-Jitsu e Ultramen
A Comunidade Nin-Jitsu vive um ano especial: há 20 anos, lançava o hit "Detetive", que é cantado até hoje nos shows. Em janeiro, abriu a apresentação do Foo Fighters em Porto Alegre. Agora, prestes a lançar um disco novo, faz o encerramento da primeira noite do Planeta Atlântida.
 
  •  
Ultramen foto pequena (Foto: Divulgação)
A exemplo do ano passado, quando Mano Changes e companhia dividiram o palco com os Raimundos, desta vez o show será ao lado dos conterrâneos da Ultramen. O show terá uma novidade: duas baterias simultâneas. A Ultramen, mesmo em trabalho novo, não deve dispensar faixas que foram sucesso nas rádios gaúchas como “Peleia” e “Dívida”
.

Pe. Geovane Saraiva na Revista digital mais completa do Brasil

http://domtotal.com/pesquisar.html?cx=012259053967918215205%3A5hjxysyg8bg&ie=UTF-8&cof=FORID%3A11&q=padre+geovane+saraiva ...